Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a automação residencial já não é mais algo tão futurista e fora do alcance, como era anos atrás. Hoje, existem diversos produtos e ferramentas que permitem soluções eficientes, por valores acessíveis.

No artigo a seguir, vamos dar detalhes sobre o que é essa tecnologia e como ela pode aliar a praticidade nos seus processos rotineiros à segurança — mesmo quando estiver fora de casa. Se quiser saber mais, continue com a gente!

O que é automação residencial?

A automação residencial é uma solução que utiliza a tecnologia para integrar recursos, e programá-los para que ocorram em horários definidos ou através de poucos comandos.

Isso se torna possível por meio de um recurso chamado IoT (Internet of Things ou Internet das Coisas, em português): que traz o conceito de utilizar a internet para se comunicar com dispositivos inteligentes. 

No caso da automação residencial, esse recurso permite que você controle alguns equipamentos da casa que possuem acesso à internet, geralmente através de aplicativos baixados no seu smartphone ou até mesmo por equipamentos específicos, como painéis de acesso ou controle remoto. 

Imagem de um tablet com um app para fazer um projeto de automação residencial. Imagem de um tablet com um app para fazer um projeto de automação residencial.

O que é um projeto de automação residencial?

É o documento que contém todas as etapas de implantação das soluções em seu imóvel. Ele é produzido pelo arquiteto responsável pelo serviço de automação.

Nele, você conseguirá encontrar todos os itens que serão utilizados, onde será instalado cada um deles e as soluções que eles vão oferecer para tornar sua casa inteligente

Algumas características consideradas para a construção do projeto, são:

  • Aplicação de diversos cenários de iluminação, pensando em todas as possibilidades durante o dia;
  • Foco especial nas soluções de entretenimento para os residentes;
  • Soluções de conforto e praticidade para os integrantes, independentemente da idade ou familiaridade com tecnologia;
  • Sistemas de segurança e monitoramento, que possam ser acessados pelos moradores mesmo quando não estiverem em casa;
  • Implementação de recursos inteligentes, mantendo a estética interior e exterior da residência;
  • Aplicação de soluções que proporcionem tanto praticidade quanto conforto para os ocupantes.
Imagem de um homem controlando a automação residencial pelo celular. Imagem de um homem controlando a automação residencial pelo celular.

Qual a diferença entre automação residencial e casa inteligente?

Apesar de os termos serem parecidos, os conceitos são diferentes. 

Com a automação residencial, é possível controlar todos os dispositivos inteligentes do seu domicílio, inclusive à distância, através de apps instalados em seu celular, por exemplo. 

Já a casa inteligente necessita que você tenha um dispositivo central instalado para que você possa configurar as rotinas do imóvel.

Por exemplo: na casa inteligente, você pode programar um determinado horário, durante alguns dias da semana, para que as luzes se acendam ou apaguem automaticamente, ou até mesmo que o ar-condicionado comece a funcionar, diariamente, das 18h às 6h. Porém, isso precisa ser realizado por uma central da sua residência. 

Na automação residencial, isso também pode ser feito. Porém, você tem a facilidade de conseguir enviar esses comandos de onde estiver, através de um aplicativo instalado em seu smartphone. 

É possível, inclusive, programar seus dispositivos para começarem a funcionar no momento em que seu GPS identificar que você está próximo ao seu endereço.

Imagine um cenário em que você está a alguns quarteirões da sua casa e, pelo seu GPS, o aplicativo reconhece a distância e já envia os comandos necessários para ligar o ar-condicionado, o som ambiente e a cafeteira. A automação residencial possibilita isso.

Leia mais

Como funciona a automação residencial?

A automação residencial funciona por meio da IoT. Ela é a base de toda casa conectada, pois permite que os equipamentos instalados em sua residência se comuniquem, tanto entre si quanto com seu smartphone, que é de onde virão os comandos.

Os aplicativos controladores serão instalados em seu celular e, por meio da internet, os dispositivos receberão os comandos de funcionamento.

Inclusive, isso pode ser feito de qualquer lugar, necessitando apenas de que você se conecte ao endereço IP do seu domicílio, já programado em seu app controlador.

Quais as vantagens da automação residencial?

Imagem de idosa usando Alexa Imagem de idosa usando Alexa

Segurança

A automação residencial permite que você integre e automatize diversos recursos de segurança para sua casa, gerando mais eficiência na utilização de suas soluções. Você pode controlar, remotamente, cada um desses recursos até quando estiver fora do imóvel, por aplicativos de celular, por exemplo. 

Alguns sistemas que podem ser utilizados, são:

  • Fechaduras;
  • Sistema de alarme;
  • Equipamentos de reconhecimento facial;
  • Sensores de presença para iluminação;
  • Câmeras de segurança.

Economia

A economia, tanto na conta de luz quanto na de água, é gerada devido à possibilidade de os dispositivos inteligentes serem controlados ou programados para encerrar ou iniciar seus eventos automaticamente. 

As lâmpadas, por exemplo, podem ser automatizadas para que se desliguem sozinhas após um período sem movimentos no ambiente ou você mesmo fazer isso remotamente, caso tenha esquecido alguma acesa.

Da mesma forma, algumas programações permitem que o usuário controle a intensidade de alguns equipamentos da casa, como a temperatura da geladeira e do ar-condicionado. Isso fará com que o consumo seja reduzido e, consequentemente, diminuir o valor da conta de luz.

Com a água, o processo é o mesmo. Caso você tenha algum dispositivo conectado, você pode configurá-lo para que o equipamento se desligue sozinho, ou seja, corte o fluxo. Uma torneira inteligente é um exemplo de economia que pode ser feita. Você pode, pelo aplicativo, programar um temporizador de fluxo e evitar o desperdício de água.

Imagem de uma mulher deitada no sofá enquanto um robô aspirador limpa a casa. Imagem de uma mulher deitada no sofá enquanto um robô aspirador limpa a casa.

Praticidade e conforto

A praticidade que a automação residencial oferece faz a diferença na rotina dos moradores da casa. Com ela, é possível utilizar o controle remoto ou programações para enviar comandos aos dispositivos, evitando que você tenha que fazer determinadas tarefas manualmente.

Você pode, por exemplo, acionar uma fechadura eletrônica para abrir a porta quando chegar alguma visita ou abrir o portão da garagem para sair e entrar com o carro. Também é possível aplicar o mesmo conceito com outros dispositivos do domicílio, como: 

  • Lareiras;
  • Ar-condicionado;
  • Equipamentos de irrigação;
  • Luzes etc.

E toda essa praticidade vai gerar muito conforto a você e sua família. Imagine não precisar levantar do aconchego do sofá para apagar as luzes ou controlar a iluminação na hora de assistir a algum filme na TV.

Quais são os tipos de automação residencial?

A automação residencial permite que você construa diferentes cenários e rotinas para sua casa. A seguir, conheça algumas condições em que ela pode ser usada para facilitar sua vida.

Iluminação

Com a automação da parte de iluminação de sua casa, você pode programar suas lâmpadas para se acenderem ou apagarem em horários pré-determinados. E, caso saia e fique na dúvida se as apagou ou não, pode consultar o aplicativo e enviar o comando de onde estiver.

Ainda é possível criar alguns cenários automáticos para determinados momentos do dia ou situações. Por exemplo: “Iluminação para filme” ou “Iluminação para jantar romântico”. 

Som e Imagem

Também é possível controlar seus dispositivos de som e imagem por meio da automação residencial. 

Se você instalar os equipamentos compatíveis, você pode acionar o som ambiente ou a TV de sua casa quando estiver a alguns quarteirões de distância.

Imagem de um homem controlando o som via automação residencial. Imagem de um homem controlando o som via automação residencial.

Irrigação

Você pode utilizar um sistema de irrigação inteligente para manter suas plantas sempre saudáveis. 

Para isso, instale alguns sensores de umidade do solo em seu quintal, para que a irrigação comece sempre que ele detectar que as condições estão desfavoráveis. 

Também é possível utilizar o temporizador para funcionar em horários específicos.

Monitoramento e segurança

A automação residencial permite que você se conecte às câmeras de segurança de seu lar a qualquer momento, além da possibilidade de integrar dispositivos, como: 

  • Detectores de fumaça;
  • Alarmes;
  • Sprinklers;
  • Sensores de presença etc. 

Você ainda pode instalar acessórios que funcionam por biometria, protegendo, também, o acesso ao seu imóvel. As fechaduras inteligentes são um exemplo.

Luminosidade e temperatura

Você pode utilizar a automação residencial para aplicar um sistema de sensores de luz que, ao identificar intensidade de iluminação acima do programado, feche as suas janelas ou cortinas inteligentes. 

O mesmo vale para os sensores de temperatura, que podem acionar o ar-condicionado ou ventilador assim que registrarem uma temperatura alta no ambiente.

Imagem de pessoa usando o smartphone Imagem de pessoa usando o smartphone

Automação residencial: quais os primeiros passos?

O primeiro passo para fazer a automação residencial é escolher qual recurso será utilizado para controlar os dispositivos de sua casa. 

É necessário que haja compatibilidade entre o controlador e os acessórios conectados. Por exemplo: se for enviar os comandos por iPhone, os aparelhos precisam ser compatíveis com o Homekit da Apple.

Cada fabricante conta com parceiros que desenvolvem produtos e soluções que funcionam melhor quando utilizados com determinadas marcas. Portanto, antes de investir na automação, procure pelos periféricos que são mais compatíveis com o aplicativo que deseja utilizar e avalie o custo-benefício desse investimento.

Depois dessa decisão tomada, é hora de buscar por acessórios que ofereçam as soluções que você procura. 

Sejam lâmpadas inteligentes ou até mesmo chuveiros e torneiras com temporizador e controle de temperatura, o ideal é analisar bem cada produto para saber se ele atenderá suas necessidades.

Aplicativos para automação residencial

Para controlar a casa conectada, você pode usar apps no smartphone. Confira alguns aplicativos de automação residencial que são completos:

SmartThings

O app SmartThings está disponível para Android e iOS. Ele conecta os dispositivos da marca Samsung, de forma que eles possam funcionar juntos e deixar o seu imóvel ainda mais inteligente. 

Com ele, é possível controlar, à distância, vários objetos, como lâmpadas, ventiladores, travas e sensores.

HI by Geonav

Com o app da Geonav Home Intelligence, você controla seus dispositivos domésticos de qualquer lugar, simultaneamente. 

Também é possível criar horários para os dispositivos executarem as funções que você quiser. Ele existe para Android e iOS.

Positivo Casa Inteligente

O aplicativo conta com versões para dispositivos Android e iOS e foi desenvolvido para que você possa se comunicar com a sua casa sempre que quiser, de qualquer lugar, pelo seu smartphone.

Xiaomi Mi Home

O aplicativo da Xiaomi é bastante intuitivo e permite a comunicação e o gerenciamento dos dispositivos ligados à rede de forma fácil. Pode ser encontrado tanto para Android quanto iOS.

Leia mais

Dispositivos para automação residencial

Esses são só alguns dos diversos gadgets que se conectam à sua residência. Nesta lista, vale ressaltar dois dispositivos que são bem interessantes para começar a sua casa conectada:

  •  Lâmpadas smart;
  •  Tomada inteligente. 

Além de serem os itens mais baratos, eles dão mais rápido uma sensação de que as coisas se interligam.

Lâmpada smart

Imagem de uma lâmpada inteligente. Imagem de uma lâmpada inteligente.

A lâmpada inteligente se conecta à internet e é controlada por meio de aplicativo no celular ou tablet. Ela permite que você apague e acenda luzes em um cômodo, mesmo fora de casa.

Alguns modelos permitem que você troque a cor da iluminação, a intensidade do brilho e até configurar um temporizador para acender ou apagar as luzes. 

A grande vantagem desse produto é a redução do consumo de energia porque, ao acender por Wi-Fi, elas realmente só estão funcionando quando você precisa.

Tomada inteligente

Imagem de tomada inteligente Imagem de tomada inteligente

A tomada inteligente é outro item indispensável, já que transforma o que estiver conectado a ela em acessórios conectados à internet.

Imagine as luzes de Natal. Com um smart plug, como essas tomadas também são chamadas, você pode definir a hora de elas ligarem e desligarem. O mesmo pode valer para um ventilador de chão, uma cafeteira etc.

Leia mais

Segurança e automação residencial

Imagem de itens de segurança Imagem de itens de segurança

Após conectar tomadas e lâmpadas, outro ponto importante da casa conectada é a possibilidade de adotar mais medidas de segurança

Mais do que fazer uma brincadeira pedindo para a Alexa imitar um cachorro bravo, é possível fazer com que ela funcione com câmeras de segurança, campainha e até fechaduras eletrônicas.

Por exemplo, imagine que você fica fora de casa das 9h às 18h. Com uma câmera inteligente, você pode pedir para a assistente virtual te avisar caso alguém entre na sua casa nesse período. Ou seja, é uma maneira de garantir que os seus bens estejam protegidos.

Câmeras de segurança

Imagem de câmeras de segurança Imagem de câmeras de segurança

As câmeras de segurança podem gravar os ambientes, sejam eles internos ou externos, além de enviar imagens em tempo real para o celular ou tablet.

Alguns modelos contam com visualização noturna com infravermelho e até caixa de som para enviar um áudio do seu smartphone para o local vigiado. 

Também é possível controlar a rotação das filmadoras ou fazer com que elas ativem apenas quando houver movimentação, economizando no armazenamento de dados desnecessários.

Campainha conectada

Imagem de campainha conectada Imagem de campainha conectada

Olho mágico é coisa do passado, agora a moda é campainha conectada. O acesso dela à internet permite que você receba uma notificação toda vez que alguém estiver à sua porta.

Também existem modelos que funcionam igual à portaria digital de alguns prédios, em que você pode ver quem está te chamando. 

Após receber a notificação, você decide se a aceita ou não. É possível falar com a pessoa e até abrir a porta, independentemente de onde você estiver.

Fechadura digital

Imagem de fechadura eletrônica Imagem de fechadura eletrônica

Outro acessório que vai ser útil na sua casa conectada é a fechadura digital. Existem diversos modelos que podem desbloquear com senha, digital, uma tag por aproximação ou com o celular.

Dependendo do dispositivo, você pode desbloquear a porta de casa com apenas um clique ou permitir que um dispositivo específico abra a porta para um amigo ou um funcionário.

As fechaduras digitais são resistentes, podem funcionar com bateria ou pilha e costumam ser bastante econômicas.

 

Imagem de uma mulher fazendo automação residencial em seu Android. Imagem de uma mulher fazendo automação residencial em seu Android.

Automação residencial com Android

Agora que você sabe sobre os diversos gadgets de automação residencial, vale entender como configurar esses dispositivos inteligentes no aplicativo Google Home para usar na sua casa. 

Cada produto tem um passo a passo ligeiramente diferente, mas a ideia é sempre essa:

  • Antes de tudo, configure um alto-falante, ou uma tela Google Nest, ou Home;
  • Em seguida, configure os dispositivos da casa inteligente seguindo os passos fornecidos pelo fabricante.

Depois que você fizer isso a primeira vez, basta seguir sempre os próximos passos:

  1.  Abra o app “Google Home”;
  2.  No canto superior esquerdo, toque em Adicionar > Configurar dispositivo > Compatíveis com o Google;
  3. Selecione o fabricante do dispositivo na lista;
  4. Siga as etapas no app para concluir a configuração.

Pronto, agora o seu dispositivo foi devidamente adicionado e você pode criar as “rotinas” com vários acessórios combinados. Depois, é só aproveitar. 

Automação residencial com iOS

Também é possível gerenciar suas soluções de automação residencial por meio do sistema iOS, da Apple. O aplicativo utilizado como controlador é o “Casa”, que está disponível em sua loja virtual.

Para adicionar e controlar os acessórios, acompanhe as instruções a seguir:

  1. Abra o app Casa e toque em “Adicionar Acessório” ou em “+”;
  2.  Use a câmera do iPhone para escanear o código de oito dígitos do HomeKit, ou o código QR presente no acessório ou no manual dele. Se você tiver um iPhone 7 ou posterior, segure o iPhone perto do acessório para adicioná-lo;
  3. Toque no acessório quando ele for adicionado. Se a mensagem “Adicionar Acessório à Rede?” for exibida, toque em “Permitir”;
  4.  Dê um nome ao acessório e atribua-o a um cômodo para poder identificá-lo no app Casa e controlá-lo com a Siri.

A Apple também dá algumas dicas de como aproveitar a Siri ao máximo para gerenciar a sua casa. 

Dependendo do que você conectar a ela, tente dizer essas frases sempre com “E aí, Siri” primeiro:

  • Acender as luzes;
  • Ajustar a temperatura para 20 graus;
  • Mudar a iluminação para azul, no quarto;
  • Desligar as luzes do andar de baixo;
  • Começar a aquecer o andar de cima;
  • A porta da garagem está aberta?;
  • As luzes estão acesas no andar de baixo?

Após você definir uma cena, será possível dizer coisas, como: “Boa noite!”, “Estou em casa” ou “Ajuste minha cena de leitura” para a assistente controlar seus dispositivos.

Conexão de alta velocidade para sua casa

Imagem de pai e filho mexendo em automação residencial. Imagem de pai e filho mexendo em automação residencial.

Para ter a casa automatizada, é necessário contar com uma boa conexão. A internet Vivo Fibra oferece maior velocidade de transmissão de dados e estabilidade de sinal, além de menos quedas de transmissão do que as outras tecnologias.

Isso vai garantir mais eficiência ao usar vários equipamentos ao mesmo tempo, além de outros benefícios, tais como:

  • Maior desempenho para jogar, assistir a séries e filmes;
  • Mais velocidade para download e upload;
  • Mais estabilidade ao acessar a internet de vários dispositivos simultaneamente.

Além disso, a Vivo é a única empresa que conta com o Smart Wi-Fi, que permite que os clientes possam controlar a rede wireless da casa através de um aplicativo. 

O app funciona com o roteador Vivo Smart Wi-Fi, dos fabricantes Mtrastar e Askey, instalado pela operadora. Veja o que ele pode fazer:

  • Medir a velocidade da rede;
  • Otimizar a velocidade de conexão do Wi-Fi;
  • Dizer quem está conectado à rede;
  • Bloquear e desbloquear dispositivos;
  • Mudar o nome e a senha do Wi-Fi.

Essas funções são importantes para que os dispositivos certos estejam utilizando a internet da melhor maneira. Por exemplo, com o Smart Wi-Fi, ele pode priorizar a transmissão 4K na TV e uma partida ao vivo no videogame, enquanto envia menos dados para quem estiver apenas no WhatsApp.

Com o bloqueio e desbloqueio de dispositivos, também é uma maneira dos pais controlarem o horário de internet dos filhos em determinados aparelhos.

E aí, gostou de como a automação residencial pode gerar mais praticidade e conforto no seu dia a dia? 

Com os diversos recursos e dispositivos que podem ser instalados, seus momentos de lazer e descanso podem ser muito melhores. 

Além disso, é possível manter a segurança de sua residência quando você e sua família estiverem fora.

Até a próxima!

Leia também