Com os ataques cada vez mais frequentes dos cibercriminosos a usuários comuns, adotar medidas para manter o celular mais seguro pode ser determinante para evitar que informações sigilosas e importantes sejam roubadas.

Porém, muitas pessoas ainda não sabem como fazer isso de maneira eficiente, expondo-se a sérios riscos de serem alvos desses criminosos. 

Portanto, criamos um conteúdo completo com várias atitudes que você pode tomar para dificultar ao máximo o trabalho de quem deseja acessar seus dados. Continue com a gente e confira!

 

Imagem de um celular exibindo um ícone de escudo e cadeado.

Como deixar o celular mais seguro?

À medida que a tecnologia avança e os seres humanos ficam cada vez mais dependentes de seus benefícios, o uso de ferramentas digitais passa a ser uma extensão de nossos corpos.

E com a oportunidade de armazenar tanta informação pessoal em um único dispositivo, é natural que ele passe a ser cada vez mais visado por cibercriminosos. Por isso, investir em segurança digital é fundamental para não ter seus dados roubados por pessoas mal-intencionadas.

Para reforçar essa segurança, existem algumas medidas que podem ser realizadas pelos usuários, seja envolvendo alguma configuração no aparelho ou até mesmo instalando aplicativos voltados para esse fim.

Entre as informações que podem ser roubadas, estão algumas de extrema importância e que podem te prejudicar seriamente, tais como: 

  • Senhas de bancos;
  • Sua localização;
  • Acesso a aplicativos de mensagem — muito utilizado por cibercriminosos para aplicar golpes em familiares e amigos das vítimas;
  • Sua lista de contato
  • Documentos importantes;
  • Arquivos armazenados em nuvem.

Vamos mostrar abaixo, algumas maneiras que podem tornar o seu aparelho móvel mais seguro contra ciberataques, para que você não corra riscos de ficar exposto a situações perigosas com o roubo de seus dados. Confira a seguir!

Imagem de um hacker usando um notebook.

Como melhorar a segurança de um Android?

Apesar de ser um sistema operacional considerado seguro, o Android é uma plataforma que permite várias configurações por parte de seus usuários. E esse recurso, quando utilizado de maneira errada, pode colocar em risco a segurança do seu aparelho.

Entretanto, existem algumas práticas que podem ser adotadas para ajudar seu smartphone com sistema Android a se manter seguro. A seguir, vamos falar sobre elas.

Instale um gerenciador de senhas

Para que você não sofra com o roubo de suas senhas, que ficam armazenadas nos sites que você faz login, instalar um aplicativo gerenciador de senhas pode ser a melhor solução.

Ele ficará responsável por armazenar todas as suas senhas e protegê-las com uma “senha mestra”. 

Além disso, o app vai conectar todos os seus dispositivos para que você as acesse de qualquer um deles, sem precisar salvá-las no navegador. Bacana, não é?

Utilize a autenticação de dois fatores

Também conhecido como autenticação em duas etapas, este recurso está presente em vários aplicativos, tais como: WhatsApp, Facebook, Instagram, Telegram etc. 

Ele permite que o usuário cadastre um código dentro do aplicativo, que precisa ser informado depois que for inserida a senha de acesso ao programa. 

Para ativar esse recurso, você deve:

  • Abrir as configurações de seu aplicativo;
  • Buscar pela opção de “Segurança”;
  • Clicar em “Verificação em duas etapas”;
  • Cadastrar sua senha e e-mail válido.

Assim, caso alguém clone o seu número e reinstale os aplicativos, só conseguirá utilizá-los caso informe esse código — além da senha de acesso —, tornando mais difícil o roubo de suas informações.

Imagem da tela de aplicativos de um smartphone.

Mantenha seus aplicativos atualizados

Não é só o sistema operacional que precisa estar atualizado para aumentar a segurança do aparelho. Os aplicativos também precisam passar por esse processo, sempre que o desenvolvedor disponibilizar as atualizações.

Geralmente, elas são feitas para corrigir erros e bugs da versão anterior, que possam colocar em risco a integridade dos protocolos de segurança do aplicativo e seu funcionamento. 

Portanto, verifique sempre na Play Store se alguma atualização está disponível para seus aplicativos e, caso haja, instale imediatamente.

Realize o backup de seus dados

Para que você não corra o risco de perder todas as suas informações em caso de defeito ou perda do aparelho, é importante que realize o backup de seus dados com frequência. 

Em dispositivos Android, isso pode ser feito pelo Google Drive. Para isso, acesse o aplicativo e ative a função nas configurações.

iPhone é mais seguro do que Android?

Essa é uma pergunta que muitas pessoas fazem antes de definir qual modelo de aparelho comprar. 

Apesar de as duas plataformas estarem em constante evolução — sempre corrigindo erros e aprimorando a segurança —, os iPhones contam com alguns recursos que o tornam um pouco mais seguros que seu concorrente. Abaixo, vamos falar sobre elas.

Controle sobre os dispositivos

Por ser responsável tanto pela criação dos aparelhos quanto do sistema operacional presente neles, a Apple consegue manter um controle mais aprimorado das falhas que possam surgir entre uma versão e outra, e das necessidades de correção de cada uma delas.

Já o Android é disponibilizado pelo Google para qualquer fabricante de aparelhos que deseje incorporá-lo a seus dispositivos. Isso faz com que cada modelo possa apresentar sua necessidade específica de melhoria, o que acaba ficando fora do controle da desenvolvedora.

Com isso, podem acontecer incompatibilidades e falhas na segurança em determinados aparelhos e, caso a fabricante não consiga reparar, o usuário poderá correr o risco de ser hackeado.

Acesso a aplicativos

O sistema operacional da Apple submete os desenvolvedores de aplicativos a algumas regras de segurança antes de permitir que eles sejam integrados à App Store. Uma delas é o “sandbox”, que é um recurso que separa um compartimento no aparelho, onde os aplicativos podem ser executados sem afetar o sistema.

Assim, caso ele tenha algum vírus ou malware discreto o suficiente para passar pelos protocolos de segurança, não irá causar danos ao aparelho. 

Além disso, os dispositivos da Apple só podem realizar download que estejam dentro de sua loja oficial — diferentemente do Android —, o que garante ainda mais a segurança.

Ilustração de um ícone de cadeado.

Código Fechado

Outro fator importante, que proporciona mais segurança ao iOS, é o fato dele ter seus códigos-fontes fechados. Portanto, não é possível ao usuário realizar, de maneira legal, configurações além das permitidas pela Apple.

Já o Android é um código aberto, em que qualquer usuário pode acessar suas configurações de desenvolvimento e alterá-las da maneira que quiser. 

Caso ele cometa algum erro durante essas alterações, poderá colocar a segurança de suas informações em risco.

Quantidade de usuários

Por ser um sistema operacional utilizado pela grande maioria dos fabricantes de smartphones — que contam com inúmeros aparelhos para todas as faixas de renda —, naturalmente ele atinge um número superior de usuários.

Com isso, os criminosos virtuais enxergam mais possibilidades de praticar seus delitos e voltam seu conhecimento à criação de arquivos prejudiciais à segurança do Android, pois sabem que as chances de sucesso são maiores.

Imagem de uma impressão digital.

Tipos de senha para celular

Saber criar e utilizar as senhas de seu aparelho é uma das melhores proteções contra quem deseja acessar suas informações por contato físico com o smartphone. 

Portanto, é importante que você crie uma senha forte para seu aparelho. Isso vai ajudar em casos de roubo e furto, evitando que pessoas não autorizadas tenham acesso. 

Dependendo do modelo do dispositivo, são disponibilizados de três a quatro tipos de senha para bloquear a tela inicial. As mais comuns são:

1. Senha numérica (PIN)

O PIN é uma senha exclusivamente formada por números, no mínimo quatro. Ao escolher sua combinação, evite utilizar:

  • Sequências (como 1234);
  • Datas de nascimento ou casamento;
  • Números de telefone.

O ideal é que você tenha um PIN que não represente nada em sua vida.

2. Senha padrão (ligar os pontos)

Esse é um dos tipos de senha para celular menos indicado. Nada mais é do que ligar os pontos para formar um desenho e desbloquear o aparelho. 

Acontece que dependendo do tipo de película usada no celular, as pessoas conseguem observar de longe o desenho que é feito.

3. Senha digital (impressão dos dedos)

Esse tipo de senha é mais prático. Basta encostar o dedo no sensor para desbloquear a tela do seu celular em questão de segundos.

4. Reconhecimento facial

Outro tipo de desbloqueio é por leitura facial. Todavia, acredita-se que essa não é uma forma 100% segura, pois em alguns aparelhos é possível fazer o desbloqueio usando uma foto do usuário e, dependendo do nível de segurança do aparelho, pessoas que tenham os traços parecidos com o seu também conseguirão desbloqueá-lo.

Imagem de vários ícones de aplicativos saindo da tela de um smartphone.

Evite instalar apps de fora da App Store

Por ser um sistema operacional de código aberto, o Android permite — apesar de não recomendar — que aplicativos fora de sua loja sejam instalados no aparelho. Porém, isso é um risco muito grande para o usuário, já que pessoas mal-intencionadas podem criar um programa falso com a intenção de roubar seus dados.

Para evitar esse tipo de situação, faça download apenas na loja oficial do Google, pois lá, os aplicativos passam por uma verificação de segurança antes de serem integrados à plataforma. 

Além disso, verifique em seu smartphone se a opção de “download por fontes desconhecidas” está desativada. Caso não esteja, ative-a. 

O passo a passo para encontrar essa opção é o seguinte:

  • Acesse as configurações de seu aparelho;
  • Vá até a opção “Tela de Bloqueio e Segurança”;
  • Clique em “Fontes Desconhecidas”;
  • Caso a opção esteja ativada, desative-a.

Mantenha seu sistema operacional atualizado

Constantemente os fabricantes dos aparelhos promovem atualizações para seus dispositivos para consertar erros e possíveis falhas de segurança que possam prejudicar o usuário.

Para ter um celular mais seguro é muito importante que essas atualizações sejam instaladas toda vez que forem lançadas e disponibilizadas para a versão do seu sistema operacional.

Para saber se há alguma versão nova disponível, siga as instruções abaixo:

  • Vá até as configurações do seu aparelho;
  • Clique na opção “Sistema;
  • Busque por “Atualização do Sistema”
  • Clique em “Verificar Agora”;

Caso apareça alguma atualização disponível, faça o download.

Não envie dados sensíveis por redes Wi-Fi públicas

Para acessar a internet, o seu aparelho conta com configurações de rede que permitem esse acesso. 

E esse tipo de conexão pode ser feito por uma rede doméstica — que, normalmente, é protegida por um firewall e senha — ou pública, onde qualquer IP pode trafegar.

Isso faz com que todos os dispositivos que frequentam a rede pública fiquem vulneráveis a ataques, correndo risco de ter suas informações roubadas. 

Portanto, caso use esse caminho, além de utilizar os meios de proteção já apresentados, evite transferir arquivos ou passar informações sensíveis e sigilosas, para que elas não sejam interceptadas por cibercriminosos.

 

Imagem ilustrativa de um celular sendo trancado com chave.

Vivo ajuda você a ter um celular mais seguro

Para quem é cliente Vivo Fibra, estão disponíveis os aplicativos da Família By Hero, que proporcionam mais segurança ao seu ambiente digital. Ele está disponível para Android, iOS e computadores.

Veja abaixo, o que você tem acesso a partir desse app.

Hero Protege

É um aplicativo que gera mais segurança durante suas transações online — como transferências bancárias —, protegendo seu dispositivo contra vírus e malwares que possam infectar o aparelho.

Por meio dele, é possível cadastrar senhas em seus aplicativos, gerenciar o espaço do seu smartphone, preservar sua bateria para que ela dure mais, além de realizar otimizações no processamento, deixando seu sistema mais rápido.

Hero Cloud Sync

Cloud Sync é o serviço de nuvem ideal para armazenar suas mídias digitais — fotos, vídeos, músicas etc. 

Assim, você pode acessar seus arquivos onde e quando quiser. Além disso, com todos eles guardados na nuvem, você não corre o risco de perdê-los caso seu aparelho apresente algum defeito, por exemplo.

Família By Hero

Esse aplicativo foi criado para proteger a sua família dos perigos que a internet pode proporcionar. Com ele, você terá acesso à localização do dispositivo em tempo real e aos conteúdos que as crianças estão consumindo. Com isso, você poderá monitorar seus acessos, além de determinar o que eles podem acessar na internet.

E aí, gostou das nossas dicas? Se segui-las, tenha a certeza que tornará o celular mais seguro. 

Dessa forma, você consegue dificultar a ação dos cibercriminosos e proteger cada vez mais seus arquivos de ataques cibernéticos. 

Essas medidas, somadas à proteção que os clientes Vivo Fibra ganham com o Hero Protege, vão diminuir radicalmente as chances de isso acontecer.  

Fique seguro e até breve!

LEIA MAIS: