Nós não conseguimos ficar muito tempo longe dos nossos smartphones, não é verdade? Mas, seja por distração ou por ação de malfeitores, às vezes acontece de o aparelho ser perdido ou roubado. Nesses casos, a primeira pergunta que fazemos é: como rastrear o celular?

Com essa dúvida, vem junto uma chateação. Além dos dispositivos custarem caro, eles armazenam nossos contatos, fotos e vídeos com a família e amigos, bem como informações pessoais. Se não bastasse isso, para muita gente, o aparelho também é essencial para estudos e trabalho.

Se você está passando por essa situação, confira as dicas no nosso artigo. E, caso não consiga encontrar o smartphone, aprenda como proteger suas informações e, ainda, como adquirir um novo dispositivo com um desconto muito especial!

Imagem de mulher preocupada deitada em um sofá com as mãos na cabeça Imagem de mulher preocupada deitada em um sofá com as mãos na cabeça

Como rastrear o celular pelo número de telefone?

Caso o seu aparelho tenha sido roubado ou você tenha perdido o dispositivo, a primeira dica é se valer das ferramentas que os sistemas operacionais oferecem. É que eles contam com um rastreador de celular, que ajuda na localização.

Os sistemas também permitem bloquear, limpar e formatar os dados do equipamento, evitando que outras pessoas tenham acesso às suas informações.

O bom é que tudo pode ser feito de maneira remota, a partir de qualquer aparelho conectado à internet, como desktop, tablet ou smartphone. Confira o passo a passo a seguir:

Localizar Android

Se você tem um Android, pode utilizar o recurso “Encontrar Meu Dispositivo”. Contudo, para usar a ferramenta, é necessário que seu dispositivo esteja previamente configurado para ser rastreado.

Como fazer isso? Vá em:

  1. “Configurações”, no seu smartphone;
  2. Depois em “Google”;
  3. Na sequência, clique em “Encontre Meu Dispositivo” e deixe-o ativado.

Assim, caso o celular perdido ou roubado esteja com o recurso ativado — e conectado à rede Wi-Fi ou aos dados móveis — você poderá rastreá-lo entrando em Google Encontre Meu Dispositivo, com sua conta Google, a partir de qualquer dispositivo. Dessa maneira, é possível localizar seu aparelho no mapa e fazê-lo emitir um aviso sonoro. 

Em todos os casos, ao perceber que seu smartphone desapareceu, o ideal é ativar a função “Proteger o dispositivo”, que vai bloquear o aparelho e desconectá-lo da sua conta Google. 

Se for preciso, você pode, ainda a distância, apagar todo o conteúdo. No entanto, depois da limpeza, não será mais possível rastrear o celular por meio desse recurso.

Imagem de celular no banco da praça Imagem de celular no banco da praça

Localizar iPhone

Se você possui um iPhone, também pode rastreá-lo com o recurso “Buscar”. No entanto, para ele poder ser encontrado, essa função necessita ter sido previamente ativada. 

Como fazer isso? Confira:

  1. Abra o app Ajustes.
  2. Toque em seu nome e em Buscar.
  3. Se deseja que amigos e familiares saibam onde você está, ative a opção Compartilhar Localização.
  4. Toque em Buscar  e ative a opção Buscar.

Para localizar o iPhone, vá a icloud.com/find. O site permite bloquear remotamente seu aparelho, através de um código de acesso. Assim, você mantém suas informações em segurança e ainda desativa o Apple Pay, se esse recurso de pagamentos estiver habilitado.

Caso deseje, a partir do site, você também pode enviar uma mensagem personalizada para o smartphone perdido com as suas informações de contato.

Imagem de casal usando notebook e ambos estão preocupados Imagem de casal usando notebook e ambos estão preocupados

Como rastrear o celular com aplicativos?

Existem apps gratuitos na Play Store e na Apple Store que permitem rastrear o celular. 

Alguns são direcionados principalmente para o controle de pais que desejam monitorar onde os filhos estão. No entanto, seus recursos também podem ajudar a localizar o aparelho. 

Os aplicativos mais famosos para esse fim são:

  • Whistle Me;
  • KidsControl;
  • Find My;
  • Life 360.

O que faço se perdi o celular no Uber?

Caso você tenha perdido seu celular no Uber, a maneira mais rápida de encontrá-lo é utilizando outro telefone para entrar em contato com o motorista parceiro, por meio do próprio app. Basta seguir as instruções abaixo:

  1. Entre na sua conta;
  2. Abra o app e, no canto superior esquerdo da tela, clique em “Menu”;
  3. Acesse “Ajuda”;
  4. O aplicativo irá exibir sua última viagem, então, clique em “Itens perdidos”;
  5. Clique em “Entrar em contato com o motorista sobre o item perdido”;
  6. Preencha o campo com o seu número de telefone e clique em “Enviar”.

Ao realizar o procedimento, você vai ouvir uma mensagem automática e, então, basta clicar em "1". Dessa forma, a Uber entrará em contato com o motorista. 

Se você não conseguir contatar o motorista, volte em “Menu” e em “Ajuda”. Na sequência, acesse “Entrar em contato com a Uber sobre um item perdido” e preencha as informações solicitadas.

O que faço se perdi o celular no transporte público?

Se você perdeu seu celular no transporte público, siga estas etapas:

  1. Entre em contato com a empresa de transporte para verificar se eles têm um serviço de achados e perdidos.
  2. Use ferramentas de rastreamento do seu celular, se disponíveis, para tentar localizá-lo ou tomar ações remotas.
  3. Registre um boletim de ocorrência na delegacia mais próxima ou online.
  4. Notifique sua operadora de telefonia para bloquear o chip/SIM card e tomar medidas de segurança.
  5. Esteja atento a atividades suspeitas em suas contas e tome medidas para proteger suas informações.

Agindo assim rapidamente, você aumentará suas chances de recuperar o celular ou proteger seus dados.

Como limpar e bloquear a memória do celular remotamente?

Se você perdeu ou teve o celular roubado, o ideal é apagar as informações do aparelho, e o melhor é que dá para fazer isso remotamente (desde que você deixe o GPS ativado no aparelho). É só usar um navegador em outro celular, tablet ou computador. Veja:

Android

  1. Acesse android.com/find;
  2. Insira seu e-mail e senha da conta Google;
  3. Vá em “Limpar dispositivo” para apagar todos os dados;
  4. Ou em “Proteger dispositivo” para bloquear o aparelho e sair da sua conta Google.

iOS

  1. Acesse icloud.com;
  2. Insira seu ID e senha da Apple;
  3. Vá em “Buscar iPhone”;
  4. Clique em “Apagar iPhone”;
  5. Caso queira bloquear o aparelho, é só selecionar “Modo Perdido” e seguir as instruções.

É possível rastrear o celular desligado?

O rastreio do celular é feito por meio do próprio GPS. Dessa maneira, o aparelho precisa estar em funcionamento para ser localizado. 

Contudo, mesmo que o dispositivo tenha sido desligado, alguns aplicativos ou sistemas operacionais conseguem mostrar o último local em que esteve antes da desativação. 

É preciso, porém, agir rápido! Afinal, essa informação, na maioria das vezes, fica disponível por apenas 24 horas. Depois disso, a localização é apagada do banco de dados.

Imagem de homem roubando celular do bolso Imagem de homem roubando celular do bolso

O que devo fazer ao ter o celular perdido ou roubado?

Caso você não consiga rastrear seu celular perdido ou roubado, é necessário seguir alguns passos para proteger seus dados. Olha só:

Dica 1: Comunique sua operadora

Avise sua operadora sobre o ocorrido e solicite o bloqueio do chip imediatamente. 

Aqui na Vivo, para bloquear o chip roubado ou perdido, ligue na Central de Relacionamento com o Cliente: *8486 de um celular Vivo ou 1058 de qualquer outro aparelho e solicite ao atendente o bloqueio do Vivo Chip. O procedimento também pode ser feito em qualquer Loja Vivo.

Se você já tiver o cadastro no App Vivo, basta acessá-lo com seu login e senha para bloquear a linha.

Dica 2: Faça um boletim de ocorrência

Caso seu celular tenha sido roubado (com ameaça ou violência durante o ato), é importante ir a uma delegacia e registrar o boletim de ocorrência (BO) o mais rápido possível. 

Já se você foi furtado (no ato não houve violência ou ameaça), é recomendado fazer o boletim de ocorrência online. 

Para encontrar a página correta, basta, no Google, procurar “Delegacia Eletrônica” junto com o nome do seu estado. Desse modo, você se protege, caso os malfeitores utilizem seus dados para algo ilegal.

Imagem de homem roubando celular da bolsa Imagem de homem roubando celular da bolsa

Dica 3: Realize o bloqueio do IMEI do celular perdido ou roubado

Depois de fazer o BO, você pode bloquear seu celular, para que ele não possa ser utilizado com outro chip. Para isso, precisa saber o número de série do seu aparelho, o IMEI.

O número consta na nota fiscal do celular ou na caixa do dispositivo. Então, com o dado em mãos, entre em contato com a Central de Relacionamento com o Cliente Vivo: ligue no *8486 (de um celular Vivo) ou no 1058 de qualquer outro aparelho e peça o bloqueio do celular. 

Dica 4: Bloqueie o WhatsApp

Outra ação importante é bloquear o uso do seu WhatsApp por outras pessoas. 

Para isso, entre em contato com o WhatsApp pelo e-mail support@whatsapp.com. Explique que seu celular está perdido ou foi roubado e solicite o bloqueio da conta, informando seu número de telefone móvel.

Leia mais:

Imagem de cadeado Imagem de cadeado

Dica 5: Mude as senhas das redes sociais

Não podemos nos esquecer de proteger nossas redes sociais. Para que suas contas do Facebook, Instagram e outros locais fiquem seguras, realize a mudança de senha assim que perceber o sumiço do aparelho, acessando esses canais em um dispositivo conectado à internet.

Leia mais:

Dica 6: Recupere as fotos do seu celular perdido ou roubado

Um dos motivos que faz a gente ficar aborrecido com o celular perdido ou roubado é a perda das fotos. Sempre temos aquelas favoritas com a família e amigos, de viagens ou outros momentos especiais.

Para recuperar essas imagens, acesse sua conta Google Photos ou iCloud, a partir de qualquer dispositivo conectado à internet e verifique se há backup desses arquivos. Se houver, basta fazer o download das fotos.

Imagem de homem segurando smartphone Imagem de homem segurando smartphone

Dica 7: Compre um aparelho novo e com desconto

Por último, sabemos que o orçamento pode estar apertado para adquirir um novo smartphone, certo? Entretanto, muitas vezes dependemos do aparelho para diversas atividades, como trabalho ou estudo. Então, o que fazer?

Nessa hora, a melhor dica é economizar com a compra do novo celular. Para isso, a Vivo dá uma força para você. Isso mesmo! Os nossos planos de celular, além de oferecer a melhor internet para o seu dispositivo, dão desconto na compra do smartphone. 

Plano Vivo Pré

Escolha um plano Vivo Pré e desfrute de um plano pré sob medida pra você.  E, o melhor, com a Vivo você tem ligações e WhatsApp ilimitados, e mais: sua internet acumula para a semana seguinte, quando você não utilizar toda a franquia! 

Logo do Vivo Pré Turbo

Plano Vivo Controle

Se você quer saber exatamente quais serão seus gastos com o celular, escolha o plano Vivo Controle. Com ele, você tem WhatsApp, SMS e ligações ilimitadas, conta com bônus de internet e ainda aproveita as ofertas de smartphones das melhores marcas.

Logo do Vivo Controle em um fundo degradê

Plano Vivo Pós

Com um plano Vivo Pós, você pode adquirir seu smartphone com os menores preços e ainda tem ligações, apps e SMS ilimitados. Entre as opções, dá para escolher o plano Vivo Selfie, em que você aproveita a assinatura do seu app de streaming favorito.

E a Vivo ainda tem os planos Família. Ou seja, há opções para todas as necessidades. Assim, você tem o pacote completo com a internet ultrarrápida para usar no novo aparelho. Aproveite e compre um celular novo e acessórios na Loja Online Vivo

Imagem de 2 celulares com aplicativo aberto com logo de Vivo Pós do lado

Leia mais:

Vale a pena ter um segundo celular?

Devido aos riscos de ter o celular roubado e o acesso dos criminosos aos seus dados, inclusive com a possibilidade de realizar transferências bancárias, muita gente, apesar de ter investido para ter um dos melhores celulares, acaba adquirindo um segundo aparelho.

Mas será que é preciso ter um celular reserva? É uma forma de se precaver e evitar prejuízos, já que os bandidos querem mesmo é roubar o dinheiro via Pix, pela facilidade nesse tipo de transferência. 

Sendo assim, ao ter um segundo celular, é possível deixar em casa um celular de Pix, ou seja, com o acesso à sua conta bancária principal, e outro para levar na rua, com outro app de banco, porém com um limite baixo para transferências.

Essa é uma decisão pessoal e pode ser difícil ter que deixar o aparelho mais completo e tecnológico em casa, especialmente para quem usa o equipamento para atividades profissionais. 

No entanto, caso você não possa gastar com um outro smartphone ou não queira ter um equipamento mais simples, pode colocar em prática algumas dicas para ficar mais protegido:

  • Configure o aparelho para bloquear a tela em um intervalo curto, pois os bandidos aproveitam para roubar o celular enquanto estamos utilizando o equipamento, ou seja, situação em que a tela está desbloqueada e o acesso aos dados fica facilitado;
  • Use senhas fortes e jamais utilize a mesma senha para todos os aplicativos;
  • Não salve dados de conta e agência na hora de usar o app do banco, dessa forma fica mais difícil invadir sua conta bancária, fazer Pix ou outras operações;
  • Não deixe informações pessoais, como fotos de documentos (RG, CPF e cartões de banco) no celular ou de senhas salvas em blocos de notas do dispositivo;
  • Se possível, deixe um limite pequeno para transferência via Pix para que, caso seu app seja acessado, o prejuízo não seja alto;
  • Configure o WhatsApp para verificação em duas etapas, evitando que criminosos se passem por você e peçam dinheiro para amigos e familiares.

Pronto! Agora você já sabe como rastrear o celular perdido ou roubado e proteger suas informações e privacidade. O importante é não perder tempo, ou seja, bloqueando ou excluindo seus dados o quanto antes para evitar dor de cabeça e prejuízos.

Além dos planos que oferecem descontos em aparelhos de diversas marcas e modelos, vale também conhecer o Vivo Protege, um pacote com soluções de segurança para proteger a sua navegação e armazenar arquivos e contatos. 

Até breve!

Leia também: