O EAD (Ensino a Distância) vem crescendo bastante nos últimos anos, sobretudo depois do início da pandemia. E um dos principais motivos é justamente a flexibilidade desse formato, ideal para quem deseja poupar tempo, dinheiro e otimizar as atividades do dia a dia. 

Aliás, já parou para pensar sobre o que é preciso ter para estudar nas modalidades EAD? A resposta está na ponta da língua: um combo especial, formado por computador, internet de qualidade e muita vontade (esse último elemento vale para todos os casos!).

Para se ter uma ideia, em dez anos, o estudo remoto deu um salto de 378% aqui no Brasil. Segundo uma pesquisa realizada pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), em 2009 havia 330 mil estudantes inscritos, número que passou para 1,5 milhão em 2019. 

Dois anos mais tarde, em 2021, os resultados do primeiro semestre já mostram um reflexo dos novos hábitos que muitas pessoas adquiriram durante o isolamento social: o volume de matrículas nos cursos remotos cresceu 9,8%, enquanto nos presenciais houve uma redução de 8,9%. Os dados são do Mapa do Ensino Superior 2021, divulgado pelo Semesp.

A modalidade vem fazendo sucesso em faculdades, universidades e centros universitários, seja em formato de bacharelado, pós-graduação ou MBA. 

Fora delas, a procura também tem sido grande, o que tem estimulado a abertura de diferentes cursos para quem deseja aprender online — idiomas, artes, fotografia e história são alguns dos exemplos. A seguir, falamos mais sobre as modalidades EAD e como aproveitar o melhor de cada uma delas. Siga conosco.

Imagem de um professor dando uma aula EAD pela tela do notebook Imagem de um professor dando uma aula EAD pela tela do notebook

O que é modalidade de ensino EAD?

Como vimos, essa sigla representa Educação a Distância. Ou seja, o ensino pode ser acessado sem a necessidade de encontros físicos. Sendo assim, professores e alunos ficam em ambientes diferentes — e todo o processo de ensino-aprendizagem é mediado pela tecnologia.

As aulas podem ser gravadas quando o material já está pronto, e o estudante o assiste quando quiser/puder, ou ao vivo, em tempo real. Há instituições que misturam as duas opções, oferecendo ao público diversas possibilidades.

Geralmente, todo o programa do curso é organizado em uma plataforma que permite ao aluno acessar e visualizar todas as atividades e/ou aulas. 

Além disso, esse ambiente concentra os exercícios e viabiliza o contato com os docentes. No entanto, diferentes canais para a troca de mensagens, como o WhatsApp, também têm sido usados com maior frequência para garantir uma proximidade maior.

Outra característica bem marcante dos cursos EAD é o preço. Por não haver todo aquele custo envolvido com os espaços físicos, as mensalidades tendem a ser menores. E isso ajuda a democratizar o acesso ao conhecimento, sobretudo no caso do ensino superior.

Imagem de uma pessoa assistindo aula EAD pelo notebook enquanto faz anotações em um caderno Imagem de uma pessoa assistindo aula EAD pelo notebook enquanto faz anotações em um caderno

Quais são as modalidades EAD?

Há uma infinidade de opções para todos os gostos, objetivos e bolsos. Abaixo, explicamos os diferenciais de cada tipo de curso EAD.

Faculdades EAD

É possível encontrar faculdades públicas e privadas em todas as regiões do país que oferecem cursos de bacharelado nesse formato. O número de alunos interessados, aliás, só tem crescido nos últimos anos. Uma prova de que a flexibilidade é um ponto alto da modalidade.

Em relação ao dia a dia de estudos, ingressar em um curso de ensino superior a distância é tão desafiador quanto encarar uma sala de aula tradicional. 

Isso mesmo: em todos os casos, o estudante participa de um processo seletivo e, depois de matriculado, deve cumprir a grade curricular. Além disso, há um cronograma para a entrega de trabalhos e exercícios, sempre com o acompanhamento dos professores.

Algumas avaliações finais, inclusive, são feitas presencialmente em muitos casos. Gostou da ideia? Então, antes de escolher o curso e a instituição, verifique sempre o reconhecimento junto ao MEC (Ministério da Educação). 

Todos os programas devem ser validados pelo órgão — somente com essa certificação a instituição é liberada a emitir diplomas válidos. A consulta pode ser feita diretamente no portal E-MEC.

Pós-graduação EAD

Se você já é bacharel e busca se aperfeiçoar na área, os cursos de pós-graduação são ótimas opções. Assim como os presenciais, existem dois tipos de pós-graduação EAD: 

  • Lato Sensu;
  • Stricto Sensu. 

O Lato Sensu é, na verdade, uma especialização que ajuda a direcionar o profissional para o mercado de trabalho. 

Já o Stricto Sensu é focado no aspecto acadêmico. Ou seja, são os mestrados e os doutorados, recomendados para quem deseja seguir a carreira de pesquisador ou professor. 

A boa notícia é que o aumento da procura pelas modalidades EAD vem impulsionando a oferta de cursos. Sendo assim, há mais opções em cada área, o que possibilita que o aluno se especialize em assuntos bem específicos.

Imagem de uma classe de alunos assistindo aula online Imagem de uma classe de alunos assistindo aula online

Cursos técnicos EAD

Indicado para pessoas que estão cursando o Ensino Médio ou que o tenham concluído recentemente. Seu objetivo é capacitar o estudante com conhecimentos teóricos e práticos, que o preparam para o mercado de trabalho. 

De acordo com o MEC, existem mais de 180 tipos de cursos técnicos, divididos em diferentes áreas: 

  • Saúde e segurança; 
  • Apoio educacional; 
  • Controle e processos industriais, 
  • Gestão e negócios; 
  • Hospitalidade e lazer; 
  • Informação e comunicação; 
  • Infraestrutura militar; 
  • Produção alimentícia; 
  • Produção cultural e design; 
  • Produção industrial; 
  • Recursos naturais.

Cursos livres EAD

Diferentemente dos cursos técnicos, os livres (ou profissionalizantes), não são regulamentados por um órgão específico. Estamos falando aqui de opções que possuem cargas horárias menores, focadas em ensinar um assunto específico. 

Quem quiser apostar na modalidade vai encontrar uma gama variada em diferentes áreas:

  • Computação;
  • Liderança;
  • Coaching;
  • Fotografia;
  • Artesanato;
  • Marketing digital;
  • Idiomas;
  • Entre outros. 

E o melhor: há várias opções gratuitas.

Imagem de uma mulher assistindo aula online pelo computador Imagem de uma mulher assistindo aula online pelo computador

Cursinho online pré-vestibular e ENEM

Até pouco tempo atrás, só dava para frequentar um cursinho se fosse presencialmente. Mas as coisas mudaram, principalmente depois que fomos impactados pela pandemia. 

Diversas instituições passaram a oferecer versões a distância, que dão mais flexibilidade aos alunos, sobretudo aos que trabalham. Dessa forma, é possível organizar melhor a rotina de estudos.

Tal formato permite ainda que as opções disponíveis sejam mais em conta, o que contribui para ampliar o acesso e, consequentemente, a incidência de bons resultados. 

Além da preparação para os vestibulares, há programas voltados ao ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio). Vale conferir as opções disponíveis e ver qual se encaixa perfeitamente na sua rotina!

Curso preparatório para concursos públicos EAD

Se você pensa em prestar um concurso do gênero, apostar em um curso online pode ser uma boa escolha. Assim, dá para escolher os melhores horários para estudar, sem impactar outras atividades da rotina.

Diversas escolas que apostam nesse nicho já enxergaram no EAD uma forma de fazer seus conteúdos chegarem a mais pessoas. Por isso, boas opções não faltam no mercado. Antes de escolher uma delas, entretanto, não esqueça de conferir o edital do concurso com atenção. Isso porque os cursos costumam ser bastante específicos para cada tipo de convocação, seja ela municipal, estadual ou federal.

Cursos de línguas EAD

Mais uma modalidade que cresceu na pandemia! Muitas escolas tradicionais, inclusive, passaram a oferecer opções a distância. Tal mudança eliminou as barreiras físicas, fazendo com que os cursos chegassem a mais estados e municípios.

Estudar um idioma é uma excelente oportunidade para incrementar o currículo, se destacar no trabalho e ficar mais confiante na hora de viajar.

Imagem de uma menina assistindo aula pelo computador enquanto faz anotações no caderno Imagem de uma menina assistindo aula pelo computador enquanto faz anotações no caderno

Qual a melhor internet para o EAD?

A internet de fibra ótica é a melhor opção para todas as modalidades EAD. E o motivo está justamente na agilidade que ela garante. Ninguém quer estudar com instabilidades, não é mesmo? Isso impacta a produtividade e faz muitas pessoas desistirem.

A tecnologia é mais ágil justamente porque a infraestrutura permite a passagem de dados com maior rapidez e eficiência. Feitos de vidro, os cabos são finíssimos e conseguem transmiti-los na velocidade da luz. Além disso, a incidência de falhas é bem pequena.

Ou seja, um serviço essencial para quem optou por fazer uma das modalidades de cursos EAD que comentamos por aqui. Resumindo, a fibra ótica assegura:

A Vivo, por exemplo, oferece planos específicos para diferentes situações e necessidades. Para se ter uma ideia, as opções Vivo Fibra contam com ultravelocidade e Wi-Fi grátis. 

E o melhor: ao contratá-las, é possível montar combos com TV, internet e telefone, de acordo com as demandas do seu dia a dia de estudos.

Além de uma conexão rápida e eficiente, ao escolher um dos planos ainda é possível aproveitar descontos para ter acesso a filmes, séries, esportes e programação para toda a família. Afinal, também é importante arejar a cabeça para ter bons resultados.

Outra vantagem do Vivo Fibra é a possibilidade de gerenciar a internet a partir do aplicativo Smart Wi-Fi. É possível, por exemplo, usar a plataforma para medir a velocidade e a potência do sinal, bloquear e desbloquear dispositivos, alterar o nome e a senha da rede e descobrir quem está conectado, entre outras vantagens.

Gostou da ideia? Quer saber o que fazer para contratar? Primeiro, basta acessar o site da Vivo, analisar as características de cada pacote e escolher o plano que deseja. Em seguida, clique na opção "Assine já" ou então em "Monte o seu combo". Prontinho!

Conclusão

As modalidades EAD estão em alta, principalmente pela flexibilidade, praticidade e preços mais em conta que oferecem aos alunos. 

O aumento da procura se deve também, em parte, à pandemia, que obrigou as instituições a interromperem as aulas presenciais por um período. 

O isolamento social fez muita gente experimentar o formato pela primeira vez e, ao que tudo indica, caiu no gosto de pessoas de diferentes idades e perfis.

Mas a mobilidade para estudar depende de um elemento muito importante: uma conexão de internet de qualidade

E, nesse caso, não há opção melhor do que a fibra ótica, capaz de transmitir dados na velocidade da luz, com baixa incidência de falhas. O Vivo Fibra é um bom exemplo e tem planos para todos os bolsos e necessidades. 

Bons estudos e até a próxima!

LEIA MAIS: