O que é o WAN2Cloud?

Ele proporciona conectividade VPN/MPLS dedicada e segura para a rede da sua empresa aos serviços Vivo Cloud Open, Colocation e Hosting e aos diferentes provedores de serviços em cloud (CSP), como Microsoft Azure, Amazon Web Services, Softlayer IBM e Google Cloud. Isso é feito através da infraestrutura Vivo para eliminar riscos de conectividade, como perda de dados ou ciberataques.

Como funciona o WAN2Cloud?

Ele estabelece uma conexão dedicada entre sua VPN com os serviços de um Cloud Service Providers (CSP) requisitados e beneficia sua comunicação de WAN, largura da banda privada e redundância. Além de ter uma gerenciamento simples com relatórios em tempo real.

Ilustração de uma nuvem junto de um cadeado.

Alta disponibilidade e segurança para aplicações.

Um desenho de uma nuvem roxa

Conecta serviços de nuvem híbrida, pública e privada.

Ilustração de um home e uma mulher trabalhando em notebook e tablet e ao fundo um roteador na mesa

Conheça os benefícios

Ilustração de dois computadores na diagonal, interligados simetricamente.

Melhor desempenho com baixa latência, garantia de rede e sem interrupções ou perda de dados durante o seu uso.

Ilustração de um computador, com duas setas paralelas apontando em sentidos opostos na tela.

Conexões redundantes Intra-Pop ou Inter-Pop na rede internacional Telefônica para flexibilidade e performance.

Um desenho de uma nuvem roxa

Tenha sua própria nuvem privada virtual (VPC) no CSP para hospedar sua infraestrutura, dados, aplicações, etc.

Ilustração do boneco símbolo da Vivo sobre a tela de um laptop.

Rede Vivo interconectada com plataformas CSP para você não precisar de portas dedicadas ou de linha de acesso.

Ilustração de um cadeado sobre um escudo.

Melhor segurança com seus dados trafegando para nuvem dentro da sua VPN para evitar riscos, como ataques DDOS.

Ilustração de um cifrão e uma seta para baixo.

Redução de custos CAPEX e OPEX por ter ativação rápida e segura com escalabilidade de banda.

Ilustração de uma engrenagem mãe ligada a outras 3 engrenagens menores.

Simplificação de processos com a ajuda da Vivo para gerenciar e configurar a solução.

Ilustração de 3 folhas de relatórios com um sinal de positivo sobreposto

Acordos de nível de serviço (SLA), gerenciamento proativo e relatórios de tráfego de entrada e saída.

Ilustração de pontos interligados.

Conectividade VPN/MPLS segura e dedicada aos serviços em cloud (CSP) da Vivo e de terceiros.

Ilustração de um globo, com marcadores de localização na Europa, América do Norte e América do Sul.

Cobertura global com pelo menos dois PoP disponíveis nas Américas, EMEA e APAC.

Por que contratar Vivo Empresas?

Usando a solução WAN2Cloud de Vivo Empresas, o seu negócio pode contar com nossos diferenciais para alavancar seu negócio:

  • Instalação mais ágil tendo apoio de uma Equipe Técnica trilíngue altamente especializada;
  • Cobertura global de Cloud Híbrida;
  • Processos simplificados e gerenciados por Vivo Empresas;
  • Conectividade VPN/MPLS segura dedicada e segura;
  • Usar a rede global da Telefônica;
  • Compatível com Microsoft Azure, Oracle Cloud, Amazon Web Services, Softlayer IBM e Google Cloud Platform.
Ilustração de um homem usando um tablet em frente a um cenário de escritório.

O que preciso fazer para contratar o WAN2Cloud

É preciso que sua empresa tenha uma VPN IP MPLS da Vivo e adquirir o produto SMART Recomenda CSA, que fazem parte da composição da solução WAN2Cloud. Além disso, também é necessária uma solução CSP que permita estender redes locais até a nuvem por meio de uma conexão privada, como o ExpressRoute da Azure.

Tire suas dúvidas sobre o WAN2Cloud

  • É um serviço WAN2Cloud que fornece conectividade dedicada, confiável e segura aos principais provedores de serviços em nuvem (CSPs) e aos serviços em nuvem da Telefônica, eliminando os riscos de conectividade à Internet, como falta de segurança, latência, perda de pacotes ou má experiência do usuário.

  • Os provedores de serviços (CSPs) são:

    • Microsoft Azure e Office 365;
    • Amazon Web Services;
    • Google Cloud;
    • IBM Softlayer;
    • Oracle Cloud.

    Além disso, você pode contratar os serviços de nuvem da Telefónica, como:

    • Colocation;
    • Housing;
    • Virtual Data Center;
    • Open Cloud.

    Cada CSP possui um serviço que permite a integração de sua plataforma em nuvem com a rede privada de terceiros (neste caso, a Telefónica). Este serviço deve ser contratado diretamente no CSP (além dos serviços em nuvem correspondentes) para obter o Telefónica WAN2Cloud. Este serviço tem nomes diferentes, dependendo do CSP:

  • Você pode solicitar o serviço independentemente de onde seus escritórios ou sites estejam localizados.

  • Sim, o serviço está comprometido em fornecer: SLAs de tempo de provisionamento, disponibilidade e tempo de resolução e Proatividade contra possíveis incidentes SLO.

  • Possuir uma VPN IP MPLS da Vivo, caso não possua deverá ser contratada.

    No caso dos CSP’s, é necessária a contratação de um componente oferecido através dos CSP’s existentes no mercado (Microsoft, Amazon, Google e IBM).

    Por exemplo, o Azure que é a solução de cloud hibrida da Microsoft, baseada em modalidade “On-Demmand” usada para criar, implantar e gerenciar aplicações e recursos computacionais por uma extensa rede global de datacenters. O ExpressRoute é um componente da plataforma Azure que aliada ao WAN2Cloud permite estender redes locais até a nuvem da Microsoft por meio de uma conexão privada.

  • Conexões a partir de 50Mb de velocidade possibilitam a integração com o ExpressRoute, por exemplo. Mas as opções de largura de banda são as definidas pelos CSPs.

  • Para realizar a configuração do WAN2Cloud é necessário informar o identificador CSP (Cloud e ExpressRoute) e VRF da VPN. (O ExpressRoute é uma funcionalidade/serviço do Microsoft Azure.)

  • Primeiro é necessário ter uma VPN IP MPLS da Vivo instalada, após isso é necessário contratar um componente oferecido através dos CSP’s. A Vivo, em parceria com a Microsoft, oferece em seu portfólio a solução Azure, uma plataforma que contém o componente Express Route. Após é necessário contratar o WAN2Cloud que será configurado na VPN MPLS já instalada.

  • Siga os seguintes passos para contratar o WAN2Cloud sem dificuldades:

    1. VPN IP MPLS (Vivo);
    2. Contratação do Azure (Vivo em parceria com Microsoft) ou contratar um fornecedor de CSP externo (AWS, Google, IBM, Microsoft);
    3. Contratar WAN2Cloud + SMART Recomenda CSA.
  • Sim, para uma melhor experiência, recomendamos os serviços de firewall virtual (firewall de próxima geração) e largura de banda sob demanda (autogerenciamento de largura de banda).

  • A Operação TIWS faz o troubleshooting para detectar o problema. Porém quando o problema é dentro da AWS é o próprio cliente que terá que saber diagnosticar o problema.

    Fora isso deve-se seguir o procedimento de reparo como em qualquer Serviço Internacional,através do canal abaixo:

    1. Contacts
      TICKET Opening after router installation
      The contact data at SMC US are as follows:
      Phone: O: +1(305) 921-0971, USTF: +1(888) 408-4131
      Email: smc.recovery.americas.businesssolutions@telefonica.com
      CIRCUIT ID Telefonica to open tickets
  • Para abertura de Reparo no WAN2Cloud deverá ser feito para o CSA por esse e-mail:

    Csa.br@ATENTO.com.br

  • Não. Cada CSP é um site VPN na mesma VPN do cliente. Se você deseja outra VPN, não há nenhum problema.

  • Sim, cada CSP é um site VPN diferente com tráfego diferente.

  • Sim, por padrão, nossas conexões com CSPs são redundantes (Intra-PoP), para que todos os seus dados sejam totalmente protegidos e você possa trabalhar sem problemas. Há também uma opção de redundância entre PoP disponível para diversificação geográfica.

    • Intra-PoP (por padrão): Conexão redundante entre a rede Telefonica MPLS e o CSP, incluída por padrão. Duas conexões VLAN redundantes por WAN2Cloud no mesmo PoP;
    • Inter-PoP: conexão redundante dupla entre a rede Telefonica MPLS e o CSP, para os clientes mais exigentes. Dois WAN2Cloud em dois locais diferentes (principal e de backup) na mesma região.
  • O WAN2Cloud não tem limitações, porém verifique com o CSP necessário se eles permitem redundância entre pop-ups para um serviço específico.

    A configuração de redundância WAN2Cloud entre PoP é PoP principal de backup, em modo ativo-passivo.

  • Os serviços de nuvem próprios da Vivo e o Open Cloud distinguem 6 CoS. No entanto, os CSPs de terceiros não marcam o tráfego com CoS diferente, exceto para o aplicativo Skype for Business (Office365). O WAN2Cloud classifica os tipos de qualidade de serviço associados ao tráfego proveniente do CSP normalmente como "Bronze".

  • Sim, o Amazon Web Services oferece a possibilidade de conectar-se aos serviços em nuvem através de portas dedicadas de 1Gbps ou 10Gbps para uso exclusivo. As portas dedicadas permitem compartilhar largura de banda com diferentes pares (privados e públicos) e conectar o mesmo WAN2Cloud a diferentes nuvens privadas virtuais (VPCs).

    As portas dedicadas devem ser solicitadas duplicadas, porque o serviço é redundante por Intra-PoP.

  • O tempo de provisionamento do trabalho de interconexão no Data center será adicionado após 15 dias úteis da entrega do serviço e pode demorar até 36 dias para a entrega total.

  • Não, você precisa de duas instâncias WAN2Cloud. Portanto, o WAN2Cloud configura duas interfaces separadas, uma para o Azure e outra para o Office 365. Isso tem a ver principalmente com a separação de funcionalidades. Como o O365 tem mais serviços que dependem da qualidade da rede (voz, vídeo e mensagens instantâneas do Skype), você deseja que esses serviços sejam separados do tráfego de produção "em massa", como no Azure.

    1. Quantos usuários podem estar conectados ao mesmo tempo consumindo o serviço, porque cada IP público configurado para fazer NAT permite que você tenha até 254 usuários para cada um deles.
    2. Quais rotas você enviará pelo AZURE? Quais serviços públicos você tem no AZURE? Quais IPs?
    3. Quais serviços deseja montar nessa conexão?
    4. Os serviços públicos exigem NAT e são necessários pelo menos 5 dias úteis a 10 dias úteis.
  • É o ID exclusivo que identifica seu serviço. A chave de serviço identifica exclusivamente um circuito específico quando o cliente configura seu serviço ExpressRoute. O ID da conta identifica a assinatura do cliente no serviço AWS DirectConnect.

    Esse ID deve ser fornecido pelo CSP ao cliente e o cliente deve fornecê-lo à Telefónica para identificar o circuito antes de provisionar o WAN2Cloud.

  • O Azure é apenas outro site de VPN. As rotas dos sites VPN dos clientes passam diretamente por uma conexão BGP. Essas rotas são configuradas no Azure pelo cliente e são publicadas através do BGP de acordo com o endereçamento IP no restante dos sites VPN. Tenha cuidado com a possível duplicidade de endereços IP.

  • Sim. Cada site de VPN do CSP é integrado à VPN. Ao adicionar uma nova máquina virtual em um CSP com um novo endereço IP, isso será propagado via BGP e será instalado na VPN. Por causa do controle de tráfego, no caso de ser necessária outra VPN, será necessário solicitar mais uma WAN2Cloud.

  • O ExpressRoute tem comunicação direta com o WAN2Cloud na região "Zona 3", equivalente ao Sul do Brasil.

  • Sim. Com recurso de limite de gastos promovido pela Microsoft, os clientes que assinarem uma oferta de avaliação gratuita, o Visual Studio, o MPN ou o BizSpark poderão utilizar o Azure sem receio de serem cobrados, desde que mantenham o recurso limite de gastos ativado. Mais informações podem ser obtidas no endereço: https://azure.microsoft.com/pt-br/pricing/spending-limits/

  • Sim, por meio da mobilidade de licenças, se você tiver um SA poderá "trazer sua própria licença" para todas as Máquinas Virtuais com suporte dos produtos de servidor, com exceção do Windows Server.

  • Ele é oferecido para os níveis I, II e III em idioma PT-BR através do 0800-151551, Opção 3, cód.: 1629.

    • Providenciar e/ou regularizar a credencial principal de acesso ao Portal Azure;
    • Instruir sobre como utilizar o Portal Azure;
    • Instruir sobre como provisionar recursos;
    • Informar sobre o status de operação dos recursos;
    • Registrar incidentes de erro para resolução junto a Microsoft.
  • Os serviços hospedados no Azure possuem conectividade com a Internet com balanceamento de carga IPv6 de pilha dual (IPv4+IPv6) do Azure para Máquinas Virtuais do Azure. A conectividade IPv6 nativa [TCP,UDP, HTTP(S)] até a máquina virtual permite uma ampla variedade de arquiteturas de serviço.

    O IPv6 para Máquinas Virtuais do Azure já está disponível na maioria das regiões do Azure.

    As mesmas taxas de IPv4 são cobradas de transferências de dados por IPv6.

Mais soluções Vivo Empresas