A gente usa tanto a energia elétrica que só percebemos quão dependentes somos dela quando ela nos falta, não é mesmo? Mas para quem se liga em sustentabilidade e quer, também, reduzir o consumo de energia — sem interferir no conforto da residência — conhecer o conceito de eficiência energética é essencial.

Esse é o seu caso? Então, continue com a gente! Por aqui, você verá o que isso significa e como aumentar a eficiência energética do seu imóvel.

Mão segurando uma luz acesa com ícones que promovem o melhor uso das fontes de energia. Mão segurando uma luz acesa com ícones que promovem o melhor uso das fontes de energia.

O que é eficiência energética?

É a característica de um aparelho, equipamento ou um processo produtivo que se propõe a reduzir o consumo de energia de um produto ou serviço, tanto para manter o seu nível de qualidade como para aumentá-lo. 

Ou seja, a eficiência energética é um conjunto de ações que promovem o melhor uso das fontes de energia, sejam elas renováveis ou não.

O exemplo clássico e bem simples disso é o das lâmpadas LED, que consomem até 90% menos energia que as incandescentes para fazer a mesma coisa: iluminar um espaço. 

Quer outro exemplo? Os painéis solares podem representar uma economia de até 95% na conta de luz de uma casa e de 60% no consumo de um prédio para o aquecimento de água. 

As empresas de tecnologia estão constantemente desenvolvendo formas de aumentar a eficiência de equipamentos e processos produtivos para que haja o menor desperdício possível. 

Mas note que, ainda que a gente consiga criar uma lâmpada que seja 100% eficiente (isto é, que converta toda a energia utilizada em luz, e não perca em calor), de nada vai adiantar ter uma dessas na residência, se estiver ligada e ninguém estiver usando, concorda?

Isso quer dizer que investir em aparelhos modernos com o selo de eficiência energética é uma boa pedida para quem deseja reduzir a conta de luz, mas fazer a nossa parte para que esses aparelhos cumpram o seu papel é tão ou mais importante.

Mão apontando o selo de eficiência energética nos ícones digital . Mão apontando o selo de eficiência energética nos ícones digital .

Como funciona o selo de eficiência energética?

O selo de eficiência energética (Selo Procel) indica ao consumidor que o eletrodoméstico consome menos energia do que um equivalente sem o selo, dentro da sua categoria (geladeiras, lavadoras, micro-ondas, ar-condicionado etc.).

O selo foi criado pelo Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), do Inmetro, especificamente para avaliarmos o consumo de eletricidade dos equipamentos disponíveis no mercado. 

Perceba que ele é diferente da Etiqueta Nacional de Conservação de Energia do Inmetro, que classifica os equipamentos em faixas coloridas que vão de mais eficientes (A) até menos eficientes (C até G, a depender do produto).

Ou seja, o produto que recebe o Selo Procel se destaca em termos de eficiência energética. Então, se você quer trocar algum eletrodoméstico em casa, dê preferência àqueles que estejam na classe A e tenham o Selo Procel do Inmetro.

Contorno de uma casa com com os selos indicativos de eficiência energética. Contorno de uma casa com com os selos indicativos de eficiência energética.

Quais são as vantagens de escolher produtos com o selo de eficiência

A vantagem mais óbvia é a economia na conta de luz da casa, que é sentida logo no primeiro mês de uso dos produtos. 

Porém, os outros benefícios são de longo prazo, e talvez só possamos percebê-los no futuro. Isso porque a eficiência energética é um dos pilares da política de sustentabilidade e de energias sustentáveis

Ou seja, se você se importa com o meio ambiente, com as próximas gerações e com a preservação da natureza, deve pensar em formas de utilizar melhor as fontes de energia que dispomos. 

Uma das tendências na área é a automação residencial, que pode programar horários específicos para ligar e desligar o ar-condicionado, as luzes de certos cômodos e qualquer outro aparelho eletrônico que esteja conectado à central.

Digamos que você queira acordar com o cheirinho de café e pão quentinho todas as manhãs. Sonho de princesa? É só ter a cafeteira e a máquina de fazer pão ou outro gadget e eletrodoméstico conectado à internet e voilà.

Leia mais:

Eletrodomésticos e o selo de eficiência energética. Eletrodomésticos e o selo de eficiência energética.

Quais são os exemplos de produtos com selo de eficiência energética?

Se você está se mudando para um novo endereço e quer renovar todos os eletrodomésticos do imóvel, é bom fazer um checklist das categorias de aparelhos que podem receber o selo Procel do Inmetro. São eles:

  • Congeladores;

  • Refrigeradores;

  • Micro-ondas.

  • Lavadoras automáticas e semiautomáticas;

  • Televisores;

  • Condicionadores de ar split e de janela;

  • Ventiladores de mesa e de teto.

Quanto à iluminação, as categorias são as seguintes:

  • Lâmpadas Fluorescentes Compactas;

  • Lâmpadas a Vapor de Sódio;

  • Lâmpadas LED;

  • Luminárias LED;

  • Reatores.

Outras categorias incluem:

  • Bombas e motobombas;

  • Motores elétricos;

  • Sistema de aquecimento solar;

  • Sistema fotovoltaico.

A eficiência energética é um conceito simples, que mede quão eficaz e eficiente é um aparelho ao usar a energia para funcionar, mas também amplo, que diz respeito à nossa visão acerca da sustentabilidade. 

Afinal, ao escolhermos um produto energeticamente mais eficiente, estamos tendo uma pequena atitude que representa muito para o ambiente.

Até a próxima!

Leia também: