Franquia banda larga fixa.
Perguntas & Respostas

O tema de aplicação de franquias de consumo nos planos de banda larga fixa vem sendo amplamente discutido. Para trazer mais esclarecimentos aos nossos clientes e ao público em geral, seguem respostas às principais dúvidas.

A Vivo é a única a implantar a franquia no Brasil?

Não. Esse modelo contratual já vem sendo adotado no Brasil e em vários outros países há alguns anos.

Todos os clientes de banda larga fixa da Vivo passarão a ter franquia?

Não. No caso do ADSL (ex-Speedy), permanecem inalteradas as condições para quem contratou o serviço até 04/02/2016. Já para Vivo Fibra e a banda larga da GVT, os contratos continuam iguais para os usuários que adquiriram os serviços até 01/04/2016. Ou seja, nos dois casos os contratos antigos continuam iguais, prevendo uso ilimitado de internet.

As franquias valem para quem e quando serão aplicadas?

As franquias valem apenas para os contratos firmados a partir de 05/02/2016 (para clientes ADSL, ex-Speedy) e a partir de 02/04/2016 para os usuários do Vivo Fibra e banda larga de origem GVT. Em caráter promocional, os planos continuam com uso ilimitado de internet e não há previsão de alteração dessas condições. Qualquer alteração será avisada antecipadamente, precedida de ampla comunicação e ferramentas para que o cliente compreenda e acompanhe seu consumo de internet.

Então não haverá mais planos ilimitados?

A Vivo oferecerá desde planos mais acessíveis até planos ilimitados. O cliente sempre terá à disposição opções adequadas ao seu perfil de uso baseadas em estudos de comportamento de consumo e de suas expectativas.

Se eu quiser alterar meu plano, mesmo estando com o contrato antigo, passarei a me enquadrar no novo contrato?

Sim. O cliente deverá escolher uma nova opção, desde planos com franquia até os ilimitados, uma vez que qualquer mudança no plano exige um novo contrato.

O que a empresa pretende fazer para esclarecer seus clientes?

A Vivo fará uma ampla campanha educativa, utilizando diversos meios de comunicação, para esclarecer as dúvidas dos clientes. Além disso, a empresa colocará à disposição ferramentas de medição de tráfego para que ele possa avaliar seu nível de consumo e assim ter condições de escolher o plano mais adequado ao seu perfil de uso.

Como o cliente poderá verificar seu consumo?

Ele poderá acompanhar por meio de ferramentas adequadas, como o aplicativo Meu Vivo. Além disso, o usuário receberá avisos de acordo com a evolução do seu consumo.

A Vivo quer limitar o acesso a Netflix e Youtube?

Não. A Vivo não faz nenhum tipo de restrição ao acesso a estes ou quaisquer outros conteúdos.

Por que a Vivo resolveu fazer essa mudança?

A mudança contribui para o dimensionamento mais adequado da rede e, com isso, oferecer uma melhor experiência de uso da internet fixa.

A aplicação da franquia em banda larga fixa, segundo alegação de órgãos de defesa do consumidor, fere o Marco Civil da Internet e a neutralidade da rede. O que a Vivo tem a dizer sobre isso?

O bloqueio de internet após o término da franquia não fere o Marco Civil da Internet. Não há nenhum desrespeito à neutralidade da rede, já que o cliente poderá usar sua franquia da forma que desejar, sem nenhuma interferência ou restrição da operadora. O serviço de internet fixa na modalidade de franquia de consumo de dados é regulamentado pela Resolução 614/2013 da ANATEL.