Você conhece alguém que consiga viver sem o celular? Ele faz parte do nosso dia a dia para conversar com as pessoas pelo WhatsApp, trabalhar, ler, ver séries e para outras atividades. E uma coisa é certa: esses equipamentos não param de incorporar novas tecnologias, sendo a grande novidade o celular dobrável.

A verdade é que os smartphones evoluíram tanto desde 2007, quando a Apple apresentou o primeiro iPhone, que, depois de 14 anos, um grande marco é o celular que dobra, aparelho conhecido também como foldable

Mas, afinal, como é esse equipamento? Quais os modelos disponíveis? Como eles funcionam? Se você busca essas respostas, precisa conferir o nosso guia. Vem com a gente e fique por dentro dessa inovação!

Imagem de um celular em dois níveis de dobra. Imagem de um celular em dois níveis de dobra.

Quais os principais modelos de celular dobrável?

Ao falar sobre o tema, algumas pessoas podem se lembrar de modelos queridinhos, como o V3, da Motorola, lançado em 2004. Era um equipamento flip, compacto ao ser fechado e que, quando aberto, ficava dividido entre a tela e o teclado numérico.

Depois desses modelos, parecia que a era de aparelhos dobráveis tinha ficado no passado. No entanto, a indústria passou a desenvolver o conceito de foldable, com equipamentos mais arrojados, no final de 2019, pois agora a tela passa a dobrar como se houvesse uma dobradiça invisível. 

É uma tecnologia que ainda está engatinhando, pois são poucas as empresas que fabricam esse tipo de smartphone, sendo que dá para contar na mão quantos deles existem atualmente.

Modelo de celular dobrável Modelo de celular dobrável

Quais os celulares dobráveis disponíveis?

Os fabricantes apostam em dois modelos de celular dobrável: 

  • Um deles abre verticalmente, como um livro, para você transformar o celular em um tablet;

  • O outro dobra horizontalmente, como os celulares antigos de flip, para ficarem mais compactos e caberem no bolso da calça, em uma bolsa pequena etc.

A Samsung é a fabricante que mais tem apostado nesse tipo de tecnologia, tanto que trabalha com os dois tipos de dobras: o que transforma o aparelho em tablet e os que imitam os modelos flip

A empresa sul-coreana, inclusive, foi a primeira a lançar um celular dobrável, com o Galaxy Fold em 2019. Na época, a companhia ainda estava tentando entender como fazer com que a dobra dele não tivesse nenhum problema de acúmulo de sujeira. O mesmo valia para a película protetora, que também fazia parte da tela. 

Em 2020, o dispositivo da Samsung foi oficialmente lançado em uma edição que trazia junto os fones de ouvido wireless Galaxy Buds. Muito chique!

Depois, outras empresas, como a Motorola, Xiaomi e Huawei também entraram nesse mercado.

Imagem ilustrativa com as vantagens de um celular dobrável Imagem ilustrativa com as vantagens de um celular dobrável

Quais as vantagens desses dispositivos?

A gente se acostumou tanto com os smartphones com telas grandes que, em um primeiro momento, parece estranho a ideia de um celular que dobra. Contudo, além de um design que surpreende, as vantagens desses dispositivos são muitas.

A primeira delas é, sem dúvida, ter um smartphone que, quando aberto, vira tablet. Então, apesar de investir um valor alto no equipamento, tenha em mente que ele é praticamente um aparelho dois em um.

Dessa forma, você pode aproveitar o celular para jogar e curtir a telona para ver séries, filmes e vídeos do YouTube com mais conforto, utilizando sua internet residencial, por exemplo.

Além disso, pode enxergar melhor as direções com o Google Maps e ter um aliado e tanto para o trabalho, seja para usar um editor de texto, desenhar ou até mesmo abrir diversos aplicativos ao mesmo tempo. 

Já os dispositivos que imitam os modelos flip são ideais para quem não aguenta mais celulares gigantes, mas ao mesmo tempo quer uma boa tela para usar Wi-Fi e mandar mensagem, ler notícias e mexer nas redes sociais

Sem falar que dá uma sensação única quando realmente podemos fechar o aparelho ao finalizar uma ligação, não é?

Os equipamentos contam ainda com um visor quando fechados para que você possa ver data, hora e as notificações de mensagens e redes sociais sem precisar abrir o smartphone.

Modelos de  três celulares dobráveis Modelos de  três celulares dobráveis

Como funcionam os celulares dobráveis?

A grande sacada deles é conseguir dobrar uma tela. Mas como isso é possível? Apesar de parecer mágica, saiba que o segredo está na tecnologia P-OLED ou Plastic OLED. 

A qualidade da tela é similar a dos principais smartphones, como o iPhone 12 Pro Max ou Samsung Galaxy S21 Ultra, só que ela é feita de um material plástico, então é por isso que consegue dobrar. 

E, por dobrar, é normal que tenha um pequeno relevo na tela, na parte da dobra. É visível, mas não é nada que incomoda e fica imperceptível quando você está usando o aparelho.

Qual o melhor celular dobrável?

Gostou de conhecer essa tecnologia inovadora de smartphones e quer ter um para fazer suas atividades com mais conforto? Então, não perca a lista a seguir e confira as melhores opções do mercado:

Galaxy Z Fold 3

Modelo do celular galaxy z fold 3 Modelo do celular galaxy z fold 3

Com o Galaxy Z Fold 3, lançado em 2021, a Samsung oferece uma experiência totalmente diferente com o smartphone. É um equipamento fino (16 mm de espessura) e, quando dobrado, tem uma tela de 6,2 polegadas, mas, quando aberto verticalmente, transforma-se em uma super tela de 7,6 polegadas, chamada de Infinity Flex. 

As duas telas, interna e externa, contam com a tecnologia Dynamic AMOLED 2X e taxa de atualização de 120Hz. Além disso, é um aparelho mais resistente que os antecessores, devido à estrutura Armor Aluminium e a tecnologia Gorilla Glass Victus, que suporta quedas de até 2 metros.

Falando em proteção, tem a camada de película da tela interna que, segundo a fabricante, é 80% mais durável do que a versão anterior. Outro diferencial é ser o primeiro aparelho dobrável resistente à água.

Você encontra o aparelho nas cores preto, prata e preto e com versões de armazenamento interno de 256 GB e 512 GB. Tem suporte para 5G, vem com 12 GB de RAM e o processador Qualcomm Snapdragon 888 (5nm). Qualidade também no áudio, com a tecnologia Dolby Atmos e os alto-falantes estéreos.

Pode ser usado com a S Pen, que proporciona uma escrita natural e traz precisão para o uso da tela. Tem ainda a praticidade de poder dividir a tela grande em três aplicativos de uma só vez, permitindo abrir mais cinco em janelas pop-up, ideal para realizar diferentes tarefas com agilidade.

Por fim, o Galaxy Z Fold 3 tem um conjunto de cinco câmeras:

  • 12 MP de teleobjetiva;
  • 12 MP de wide;
  • 12 MP de ultra wide;
  • 4 MP da câmera sob o display;
  • 10 MP da câmera de capa.

Galaxy Z Fold 2

Imagem do aparelho Samsung Galaxy Z Fold. Imagem do aparelho Samsung Galaxy Z Fold.

O Galaxy Z Fold 2 chegou ao Brasil no final de 2020. Disponível nas cores preto e bronze, o aparelho tem uma tela de 6,2 polegadas frontal e, quando aberto, o dispositivo fica com 7,6 polegadas.

O equipamento tem o processador de última geração Snapdragon 865 Plus, memória RAM de 12 GB e armazenamento de 256 GB. Especificações de ponta, não é?

Além disso, no total, conta com cinco câmeras: 

  • Frontal de 10 MP;

  • Uma câmera interior de 10 MP;

  • Uma câmera traseira ultra wide de 12 MP;

  • Uma câmera traseira wide de 12 MP;

  • E uma câmera traseira teleobjetiva, para zoom, de 12 MP.

Galaxy Z Flip 3

Modelo do celular galaxy flip 3 Modelo do celular galaxy flip 3

O Galaxy Z Flip 3 compacto, que se dobra como uma carteira e, quando aberto, tem tela de 6,7 polegadas, sendo que a tela do display externo tem 1,9 polegadas. Vem com a tecnologia AMOLED 2X, além de 120Hz de taxa de atualização. 

O aparelho tem o processador Snapdragon 888, que tem suporte à rede 5G. Vem com 8 GB de memória RAM e opções de 128 GB e 256 GB de armazenamento interno. Apresenta duas câmeras traseiras de 12 MP cada e câmera frontal de 10 MP. Com ele, você pode gravar vídeos em 4K.

Galaxy Z Flip

Imagem do aparelho Samsung Galaxy Z Flip. Imagem do aparelho Samsung Galaxy Z Flip.

Outro dispositivo da Samsung é o Galaxy Z Flip, também lançado em 2020. Apresenta o formato de concha, podendo ser aberto em um ângulo entre 70 e 110 graus e tem um sensor de impressão digital na lateral do aparelho.

Com uma tela dobrável de 6,7 polegadas, o dispositivo traz o design de “O” no display, com uma câmera frontal de 10 MP. Na parte de trás tem duas câmeras: um sensor principal de 12 MP e uma câmera ultra grande angular também de 12 MP.

Ademais, possui um processador Snapdragon 855+, 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento interno.

Motorola RAZR

Imagem do aparelho Motorola RAZR. Imagem do aparelho Motorola RAZR.

A Motorola também lançou o seu primeiro dobrável em 2019: o Motorola RAZR, que lembra o clássico Moto V3. O equipamento segue o mesmo estilo do Galaxy Z Flip, com formato de concha para abrir e fechar, e tem tela de 6,2 polegadas.

Com processador intermediário Snapdragon 710, o aparelho traz 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno. Além disso, tem uma câmera principal de 16 MP e uma câmera frontal de 5 MP. A câmera principal pode ser usada com o celular fechado para fazer selfie, o que é bem legal.

Em 2020, a Motorola lançou o RAZR 2 com internet 5G e câmera de 48 MP, mas, por enquanto, ele não está disponível no Brasil.

Huawei Mate X2

Imagem do aparelho Huawei Mate X2. Imagem do aparelho Huawei Mate X2.

A Huawei se destaca nesse segmento com um aparelho bem fininho: tem uma tela externa de 6,45 polegadas e, quando completamente aberto, fica com 8,01 polegadas de display. Ambas as telas trazem taxa de atualização de 90Hz, tornando a navegação mais fluida.

A Huawei aposta no processador próprio Kirin 9000 para competir com o Exynos da Samsung e o Snapdragon da Qualcomm, ambos chips de ponta. O dispositivo tem 8 GB de RAM e armazenamento interno de até 512 GB. Assim como o Z Fold 2, ele conta com conexão 5G e vem em várias cores.

As câmeras do Huawei Mate X2 são feitas em parceria com a Leica. São elas:

  • Wide de 50 MP;

  • Ultra wide de 16 MP;

  • Telefoto de 12 MP e zoom óptico de 3x;

  • 8 MP para zoom óptico de até 10x;

  • Câmera frontal de 16 MP.

Mi Mix Fold

Imagem do aparelho Xiaomi Mi Mix Fold. Imagem do aparelho Xiaomi Mi Mix Fold.

A fabricante chinesa Xiaomi garante que conseguiu reduzir o peso do aparelho em 27% na comparação com os concorrentes. O display fechado conta com 6,52 polegadas e resolução HD+ e, quando aberto, a tela OLED aumenta para 8,01 polegadas e resolução WQHD+.

Outro destaque do Mi Mix Fold é a câmera tripla com até 108 MP. Os modelos disponíveis contam com até 16 GB de memória RAM e 512 GB de armazenamento. 

Segundo a Xiaomi, o celular pode ser dobrado, sem nenhum problema, mais de 200 mil vezes. Além disso, vem com chip de cinco nanômetros e bateria de 5.020 mAh.

LG G8X ThinQ

Imagem do aparelho LG G8X ThinQ Imagem do aparelho LG G8X ThinQ

O LG G8X ThinQ não chega a ser totalmente dobrável, mas seu formato Dual Screen adiciona um segundo painel ao dispositivo. Logo, dá a sensação de um aparelho dobrável, sendo que cada display tem 6,4 polegadas e tela OLED. 

Além disso, o usuário consegue ver as horas e as notificações sem precisar abrir as telas: basta olhar o pequeno display OLED de 2,1 polegadas localizado atrás do aparelho. 

O smartphone vem com o processador Qualcomm Snapdragon 855 Octa-core, 6 GB de RAM, 128 GB de armazenamento, com possibilidade de expansão, e a bateria tem 4.000 mAh de capacidade. 

O LG G8X ThinQ conta com um conjunto de câmeras, sendo uma frontal com 32 MP, que grava vídeos em 4k, e duas traseiras, uma de 16 MP e outra de 12 MP.

Royole FlexPai 2

Modelo do celular Royole FlexPai 2 Modelo do celular Royole FlexPai 2

A empresa chinesa Royole tem o Royole Flex Pai 2, que se dobra verticalmente, mas não está disponível no Brasil. Segundo o fabricante, aguenta até 1,8 milhão de dobras, visto que é fabricado com metal líquido e uma liga de alumínio e titânio. 

O smartphone, quando aberto, tem tela de 7,8 polegadas. Vem com o processador Qualcomm Snapdragon 865, suporta conexão 5G, vem em opções de memória RAM de 8 GB ou 12 GB e de armazenamento de 256 GB ou 512 GB.

O aparelho vem uma câmera traseira quádrupla:

  • Principal de 64 MP;

  • Sensor de profundidade de 32 MP;

  • Ultra wide de 16 MP;

  • Teleobjetiva de 8 MP.

Microsoft Surface Duo 2

Modelo de celular Microsoft Surface Duo 2 Modelo de celular Microsoft Surface Duo 2

Por fim, apesar de não estar disponível no Brasil, temos que comentar sobre o smartphone dobrável da Microsoft. É o primeiro aparelho da fabricante com o sistema operacional Android e, apesar de seguir o conceito foldable, as telas que se dobram são separadas.

No Microsoft Surface Duo 2, as telas têm tecnologia OLED de 5,8 polegadas, que, juntas, totalizam 8,3 polegadas. Trazem a proteção Gorilla Glass Victus.

O equipamento tem suporte para conexão 5G, vem com o processador Qualcomm Snapdragon 888 e 8 GB de memória RAM. Conta com as opções de 128 GB, 256 GB ou 512 GB de espaço para armazenamento. 

Além disso, possui câmeras traseiras de 12 MP (principal), 16 MP (ultra wide) e 12 MP (telefoto), além da câmera frontal de 12 MP.

Onde comprar os celulares dobráveis?

Agora que você já sabe mais sobre essa tecnologia, que tal dar uma passada na Loja da Vivo para conhecer o seu próximo smartphone? Com os planos pós-pago, você encontra ainda mais vantagens na hora de comprar o aparelho. Com certeza, encontrará uma opção que é a sua cara!

Conclusão

Os celulares dobráveis são a grande novidade da indústria de smartphones, que desenvolveu um aparelho não apenas com um design elegante, mas extremamente versátil para o nosso dia a dia.

Gostou das informações deste conteúdo? Então, encontre os equipamentos com as tecnologias mais recentes na Loja da Vivo.

Até a próxima!

LEIA MAIS: