Ao se tratar do smartphone, todo cuidado é pouco, não é mesmo? Só de pensar em perder o dispositivo ou causar algum dano no aparelho já bate aquele desespero. Isso porque o utilizamos o dia todo e para diversas atividades. Pensando nisso, surge a dúvida: celular atrai raio?

O que é preciso fazer no caso de uma tempestade com relâmpagos e trovoadas? Acontece alguma coisa? Isso é mito ou verdade? A cada dia, aparecem rumores diferentes sobre o smartphone e até de perigos que eles poderiam causar, inclusive aos usuários.

Mas chega uma hora que a gente tem que passar tudo isso a limpo para que você possa aproveitar o máximo dessa tecnologia sem se preocupar, concorda? Então, vem com a gente e conheça algumas lendas que envolvem o celular!

Quais os maiores mitos e verdades sobre celular?

Homem pensativo sobre o mitos e verdades sobre celular. Homem pensativo sobre o mitos e verdades sobre celular.

Começou a chover forte e você está doido para usar o smartphone. Só que, na hora, pensa: será que celular atrai raio? Ué, mas por que isso aconteceria? Vamos acabar de vez com esses mitos? Continue conosco e saiba mais!

Celular atrai raio?

Você está sempre com o smartphone na mão, seja para tirar fotos, trabalhar, ver séries ou usar as redes sociais. Aí, o tempo muda e começam os raios e trovões. Será que é preciso ficar longe do celular?

Não, você não precisa ficar longe do seu aparelho, simplesmente porque o celular não atrai raio. Apesar do medo de muitas pessoas, trata-se de um grande mito. 

A chance de você ser atingido por um raio com um celular na mão é a mesma de ser atingido se estivesse sem o equipamento. Ou seja, uma em cada um milhão, em média, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Posso carregar quando estiver chovendo?

Outra dúvida que pode surgir é se existe algum perigo em deixar o celular carregando em dias de chuva. Olha, o melhor é evitar deixar os eletrônicos na tomada quando começa a chuvarada.

Isso porque uma tempestade com ventos pode danificar a rede elétrica, sem contar que os raios podem fazer com que uma descarga elétrica maior seja conduzida até as casas. Assim, o celular pode sim queimar.

Mas, calma, não é preciso ter medo de colocar o dispositivo para carregar, caso esteja uma garoa fina. Fique de olho somente quando o tempo muda bruscamente e vem aquela chuva forte, pois isso pode causar variações na corrente elétrica.

Homem com guarda chuva mexendo no celular. Homem com guarda chuva mexendo no celular.

Posso usar o celular quando estiver chovendo?

Você pode usar seu smartphone normalmente em dias de sol ou de chuva para ver seus apps, baixar músicas, entre outras atividades.

O legal é não utilizar o equipamento caso você esteja embaixo da chuva (obviamente) ou caso ele esteja carregado na tomada enquanto chove, devido aos riscos de uma sobrecarga na corrente elétrica.

Aliás, não é recomendado usar o celular na tomada, independentemente do tempo lá fora. Isso porque o equipamento pode aquecer e, com isso, danificar a bateria.

Preciso carregar sempre até 100%?

E se o assunto é bateria, você já sabe que tem que tomar alguns cuidados, né? É claro que, nos equipamentos atuais, a bateria não vicia, mas será que é preciso chegar sempre nos 100%?

A resposta é não. O recomendado é não deixar o celular zerar a carga, porque para a bateria funcionar, ocorre um processo químico, em que os elétrons se movimentam de um pólo ao outro. São os chamados ciclos de carregamento, sendo que a vida útil do acessório corresponde a um determinado número de ciclos.

Logo, quando você completa esses ciclos de carregamento, vai, aos poucos, reduzindo a autonomia da bateria, pois pode haver comprometimento desse processo químico.

Hoje as baterias possuem maior resistência e durabilidade no uso diário por serem de Lition, sendo assim se você remover o celular antes de chegar em 100% não causará nenhum dano ao aparelho. Além disso, muitos ficam se perguntando se pode deixar o celular carregando a noite toda e a resposta é sim. 

Ao chegar 100% o carregador do aparelho não irá transmitir mais energia, ou seja, não irá causar nenhum dano ao aparelho. Mas, se o seu lema é o tempo de carregamento, dependendo do circuito elétrico da resistência isso pode influenciar. 

Prevenir de qualquer problema é sempre importante e alguns fabricantes de celular recomendam uma série de cuidados ao carregar, como por exemplo: não deixar o aparelho em coberta, sofá e outros, debaixo do travesseiro, não utilizar fios descartados ou tomadas com mau contato e o uso de adaptadores. 

Se cair na água, pifa?

Não é novidade para ninguém que eletrônicos e água não combinam, né? Então, caso leve o celular junto na hora de ir ao banheiro ou para curtir uma piscina, tome cuidado! 

Se o seu smartphone não for à prova d 'água, é preciso ser ágil, caso você o derrube na água, para que ele não pife. Veja o que fazer para minimizar os danos:

  • Tire da água e seque o smartphone com uma toalha;

  • Desligue o equipamento (caso ainda esteja ligado);

  • Retire o cartão de memória e chip com cuidado para a água não entrar;

  • Pegue um papel-toalha, coloque sobre a mesa e deixe esses componentes em cima para que o papel absorva a água;

  • Coloque o celular em uma vasilha ou saco de arroz e deixe-o lá por dois ou três dias, a fim de que a umidade seja eliminada. O ideal é manter o pote ou saco bem fechado.

Logo, como você vê, se o celular cair na água, ele pode pifar sim, caso você não tome os cuidados listados. 

E se o aparelho não voltar a funcionar mesmo após passar dias no pote de arroz, a dica é levá-lo para uma assistência técnica.

Mulher com expressão de raiva ao ter sua tela do celular rachada. Mulher com expressão de raiva ao ter sua tela do celular rachada.

Tela rachada prejudica o desempenho?

Você não quer nem lembrar da cena de um celular caindo, né? Quando isso acontece, a primeira coisa é ver se houve algum estrago na tela. 

Se, infelizmente, você não tinha uma película de proteção de qualidade, e a sua tela rachou, será que é recomendado continuar usando o aparelho?

A gente sabe que o custo para consertar pode ser alto. Mas, a tela trincada atrapalha o uso, dificulta a leitura, a gravação da tela, entre outros aspectos, além de ser muito ruim fazer um vídeo ou foto.

A rachadura não vai, de cara, prejudicar o desempenho do celular, mas ela pode aumentar de tamanho, deixar o equipamento mais exposto às ações do tempo e trazer danos ao display, atrapalhando o touch e uso geral.

Dessa forma, caso a queda tenha provocado mais que um simples arranhão, o ideal é procurar a assistência técnica e substituir a tela quebrada.

Pasta de dente tira risco na tela?

Apareceu um risquinho na tela do seu celular e você correu para o banheiro para solucionar o arranhado com a pasta de dente? Será que funciona?

O creme dental não tem nenhuma propriedade que poderia eliminar qualquer arranhão na sua tela. O que pode ocorrer, como mostram alguns vídeos no YouTube, é apenas suavizar riscos bem levinhos, ou seja, não se trata de nenhuma solução mágica, ok? 

Mas, tenha cuidado, pois o uso do creme dental, que é abrasivo, pode danificar o verniz da tela do seu equipamento.

Capinhas interferem no sinal?

A gente sabe que as capinhas protegem o celular e até trazem um estilo diferente ao aparelho. Algumas pessoas, inclusive, colecionam o acessório. Mas será que ela interfere no sinal do celular, atrapalhando o uso da internet?

Isso é mito! Então, fique tranquilo para usar o acessório de plástico, silicone ou couro, pois ele não causa qualquer problema para a recepção ou emissão de sinal do aparelho.

O mesmo não podemos dizer das capinhas de metal: essas podem sim se comportar como um espelho, desviando o sinal.

Mulher abastecendo o carro e mexendo no celular. Mulher abastecendo o carro e mexendo no celular.

E aí? Descobriu se o celular atrai raio? Gostou de conhecer os mitos e verdades que estão relacionados com o uso do smartphone? 

Agora você já sabe o que responder quando alguém perguntar se o celular atrai raio ou trouxer outras dúvidas sobre os rumores que rondam esses eletrônicos.

Até logo!

Leia também: