A alta do dólar tem grande influência no mercado, elevando o preço de diversos produtos de diferentes setores, inclusive dos equipamentos eletrônicos e combustíveis. 

Em relação aos eletrônicos, a crise econômica causada pela pandemia trouxe sérias consequências, elevando o preço de mercadorias, como: smartphones, computadores, tablets, eletrodomésticos etc.

Para te ajudar a entender melhor como funciona esse processo e os impactos em nosso país, preparamos um conteúdo com as principais informações relacionadas à alta do dólar e como conseguir economizar diante dessa situação.

Quer saber mais? Então, continue com a gente e tire suas dúvidas! 

Nota de cem dólares com uma seta indicando para cima e dedos subindo por ela Nota de cem dólares com uma seta indicando para cima e dedos subindo por ela

O que significa dizer que o dólar está em alta?

Quando nos referimos à alta do dólar, quer dizer que a moeda que é considerada a mais estável pelos investidores do mundo está valendo mais, quando comparada ao real. 

Em outras palavras, isso significa que é necessário investir mais dinheiro para comprar algum produto, cujo mercado utilizado seja o dólar. 

Essa situação é contrária de quando ele está em baixa e podemos adquirir itens fabricados no exterior por preços menores, já que nossa moeda está mais valorizada e próxima do valor do dólar.

O que pode causar a alta do dólar?

Alguns fatores contribuem diretamente para isso, o que impacta na economia do Brasil. Conheça algumas das causas:

Oferta e demanda

Isso ocorre quando a procura pelo dólar é muito maior do que a oferta da moeda. Ou seja, quanto mais investidores comprando dólar, mais o preço sobe, desvalorizando ainda mais o real.

Investimentos estrangeiros no país

Este é outro fator que pode contribuir para a valorização do dólar no Brasil. Apesar de não ser uma regra definitiva, um bom exemplo é quando a taxa Selic está em alta. 

Isso atrai mais investidores estrangeiros, que passam a comprar títulos da dívida ativa pública, controlando melhor o câmbio e valorizando nossa moeda.

No entanto, quando a taxa está em baixa, dificilmente o cenário atrairá investidores, desvalorizando o real e contribuindo para a alta do dólar no país.

Mulher segurando notas de dólares e na frente um miniatura de carrinho de supermercado sobre a mesa Mulher segurando notas de dólares e na frente um miniatura de carrinho de supermercado sobre a mesa

Como a alta do dólar influencia na nossa vida?

Ela atrapalha nossas finanças pessoais e influencia no poder de compra, principalmente em relação à aquisição de produtos fabricados no exterior ou mesmo feitos aqui, mas com componentes de outros países que utilizam o dólar como mercado.

Confira mais detalhes de algumas situações em que a alta do dólar influencia nossas vidas:

1. Preços dos eletrônicos e eletrodomésticos

Algumas categorias que mais sofrem com a alta do dólar são as de eletrônicos e eletrodomésticos. 

Isso ocorre porque a maioria dos equipamentos são fabricados fora do país ou, mesmo que tenham base aqui no Brasil — como a Huawei, Xiaomi e algumas empresas de eletrodomésticos —, a fabricação ainda depende da importação de componentes indispensáveis para serem finalizados.

Sendo assim, de uma forma ou de outra, esse cenário acaba acompanhando a flutuação do dólar, o que impacta diretamente no preço final dos produtos. 

Alguns dos itens que mais sofrem com a variação do dólar são os smartphones, notebooks e acessórios para computadores, como placas de vídeo.

2. Combustível

Apesar de contarmos com a Petrobras, que é uma das maiores empresas de petróleo do mundo, isso não é suficiente para escaparmos da flutuação da moeda. 

Isso acontece porque existem diferentes tipos de petróleo, que podem ser leves ou pesados. O produto que a Petrobras extrai em nosso país é mais pesado, devido às suas fontes no pré-sal. 

Porém, a maioria de nossas refinarias foram projetadas para a preparação de petróleo leve. Com isso, é necessário importar combustível, seja para distribuir ao consumidor final ou para adquirir derivados que completam o blend de nosso combustível, permitindo seu refino correto.

E essa importação depende da oscilação do dólar para determinar o preço de venda da mercadoria. Esses fatores, aliados à taxação de impostos praticadas por aqui, acabam elevando ainda mais o valor para o consumidor final.

Duas pessoas agasalhadas sentadas em uma pedra à beira de um lago admirando montanhas ao fundo Duas pessoas agasalhadas sentadas em uma pedra à beira de um lago admirando montanhas ao fundo

3. Viagens internacionais

O principal motivo é que, ao viajar para fora do país, é necessário fazer o câmbio da moeda. 

Portanto, se o dólar estiver alto, o real valerá menos e você precisará dispor de mais dinheiro, dependendo dos locais que irá frequentar, itens que serão comprados, pontos turísticos a visitar etc.

4. Compra de produtos importados

Atualmente, o acesso a produtos estrangeiros é mais facilitado, se comparado a alguns anos atrás. Com isso, temos a oportunidade de comprar de fora, a preços, muitas vezes, mais acessíveis do que no Brasil.

Porém, o dólar em alta influencia diretamente no preço do item. Dependendo do valor, será necessário desembolsar uma boa grana para adquirir a mercadoria. E se ela for taxada na alfândega brasileira, isso pode elevar o custo em até 60%.

Mão colocando uma moeda dentro de um cofre de porquinho Mão colocando uma moeda dentro de um cofre de porquinho

Como economizar?

Com a alta do dólar e a elevação dos preços da maioria dos setores e produtos no Brasil, a melhor solução é buscar alternativas para economizar o máximo possível. Veja algumas formas de fazer isso:

Vivo Pay

O Vivo Pay é a conta digital da Vivo. Com ela, além de você contar com uma solução gratuita para clientes da operadora — na qual é possível fazer pagamentos, transferir e receber valores, fazer compras etc. —,  você pode usufruir de diversos benefícios, como:

  • Bônus de gigaback: solução de cashback da Vivo;
  • Cartão pré-pago virtual gratuito: para realizar suas compras online;
  • Pagamentos e transferências via Pix;
  • Transferências e recebimentos de outras contas.

Com essa solução você pode economizar no seu dia a dia, não só na questão financeira, mas também na praticidade, já que você terá menos burocracia.

Vivo Controle

O plano móvel Vivo Controle foi criado para que você possa acessar diversos recursos que um plano pós-pago oferece, mas com preços e pacotes intermediários, que podem ser mais adequados ao seu perfil atual. 

Diferentemente da opção pré-paga, com este modelo você tem mais controle dos seus gastos e consegue economizar, principalmente se você é um usuário moderado e gasta muito com créditos para o celular pelo pré.

Vivo Shopping

Também é importante economizar na hora de comprar seus produtos. Na plataforma Vivo Shopping, você tem acesso a milhares de itens, todos com preços e condições especiais de pagamento.

Assim, é possível encontrar o que você procura, para diversos setores, se beneficiando com preços competitivos praticados pelas lojas hospedadas no site.

Vivo Money

Caso a sua atual situação financeira esteja um pouco mais apertada do que o comum ou você esteja pensando em investir, uma boa opção é contar com o Vivo Money.

A plataforma da operadora trabalha com empréstimos pessoais, que são voltados aos clientes Vivo. Algumas das vantagens dessa solução é que as condições são personalizadas de acordo com seu perfil e o dinheiro entra na sua conta em até dois dias úteis.

Agora que você já sabe como a alta do dólar influencia no nosso dia a dia e no poder de compra dos consumidores, a missão de buscar por itens mais favoráveis a esse cenário se torna mais fácil. 

E para te ajudar nessa situação, utilize uma das soluções que a Vivo oferece e comece a economizar agora mesmo.

Até a próxima! 

Leia também: