05.05.21

PS5 e Xbox series S: conheça os consoles da nova geração

Novos consoles Sony e Microsoft são inovadores, tecnológicos e cheios de novidades.

Depois de anos com poucos lançamentos oficiais, algumas tentativas e descontinuidades, a nova geração de consoles da Sony e da Microsoft chegou para ficar, aproveitando o que há de mais avançado na tecnologia atualmente. 

Isso inclui placas de vídeo personalizadas, poder de processamento, velocidade SSD e memória RAM. Os avanços foram aplicados até mesmo sobre os controles e outros tipos de acessórios. Vamos conferir o universo do PS5 e Xbox Series S?

As versões do PS5

Aguardado por muitos, o PlayStation 5, vulgo PS5, chegou ao Brasil no dia 19 de novembro de 2020, sete anos após o seu antecessor, o PS4, em duas versões: o PS5 Digital Edition (versão digital, em tradução livre) e o PS5 com leitor Blu-ray HD. As configurações técnicas entre um e outro são idênticas, exceto pela existência da unidade de disco e pelo preço.

Portanto, enquanto no console tradicional você possui a opção de não tornar obsoleta a sua coleção de discos e, inclusive, aumentá-la, na versão Digital Edition você adquire jogos através da PlayStation Store, PlayStation Plus (PS Plus) e o recente PlayStation Plus Collection, uma lista de games aclamados do PS4, que podem ser baixados sem custo para o PS5, mas só para assinantes do PS Plus, beleza?

Imagem do PS5

Esclarecido o fato de que o PS5 e o Digital Edition possuem as mesmas capacidades técnicas, vamos a elas. Anunciadas pelo arquiteto do console, Mark Cerny, oito meses antes de seu lançamento, no blog da PlayStation, os holofotes, na época, direcionaram-se para o armazenamento interno: um SSD personalizado de 825 GB.

Afinal, um componente de hardware com essa rapidez “não auxilia somente na performance do console, como também nas telas de carregamento e nos streamings realizados por meio do PS5”, garante o site da IGN Brasil.

Especificações técnicas do PS5

No entanto, o PS5 não se resume apenas a esse “detalhe”. O novo console possui um processador gráfico (GPU) de 10,28 Tflops, 36 CUs e 2.23 GHz, com arquitetura Custom RDNA 2. 

Em relação à unidade central de processamento (CPU), a Sony adicionou ao console uma AMD Zen 2 de 8 núcleos e 3.5 GHz, uma memória de 16 GB GDDR6, um armazenamento externo com suporte para HDD com USB e uma expansível Slot de NVMe SSD.

Outro ponto que chama atenção é a dedicação que a Sony teve em relação à qualidade do som, através do sistema de áudio 3D, Tempest Engine, para garantir fidelidade e qualidade — e isso se comprova, de certa forma, pelo Pulse 3D, headset oficial do PS5 que mencionaremos adiante. 

A tecnologia, portanto, permite que os desenvolvedores de jogos criem sons mais imersivos.

Retrocompatibilidade

Se você possui um PS4, deve estar preocupado(a) em relação à retrocompatibilidade do novo console. Em outras palavras, se os jogos do PS4 vão rodar no PS5. Felizmente, a notícia é boa: a biblioteca quase completa da PlayStation poderá ser aproveitada, com exceção dos seguintes jogos: 

  • DWVR;
  • Afro Samurai 2: Revenge of Kuma Volume One;
  • TT Isle of Man - Ride on the Edge 2;
  • Just Deal With It;
  • Shadow Complex Remastered;
  • Robinson: The Journey;
  • We Sing;
  • Hitman Go: Definitive Edition;
  • Shadwen;
  • Joe's Diner.


À vista disso, para rodar um jogo do PS4 no PS5 com unidade de disco, basta inseri-lo. Já em relação ao Digital Edition, você precisará fazer download do título do PS4 no PS5. É importante frisar que alguns jogos precisarão de uma atualização específica para rodar no PS5, mas não serão todos.

Por fim, lembra que mencionamos o Pulse 3D, headset oficial do PS5? Tanto ele, quanto outros acessórios, como o controle DualSense, a HD câmera e o Controle de Mídia, disponível na Loja VivoAbaixo você confere informações sobre os principais.

Pulse 3D: headset oficial do PS5

É difícil falar sobre headset, afinal, cada aparelho deve se adaptar anatomicamente ao jogador ou jogadora. Por esse motivo, antes de adquirir um aparelho, é importante experimentá-lo. 

Dito isso, é possível afirmar que o Pulse 3D, além de um design muito bonito, possui uma boa qualidade de áudio, como prometido pela Sony, bem como uma flexibilidade que chama atenção, sem deixar de ter uma estrutura resistente.

Imagem de headset do PS5

Além disso, o headset possui uma bateria integrada recarregável, através de um cabo USB-C, bem como uma entrada de 3.5 mm (P2) para ser utilizada com o PS VR e outros aparelhos de áudio compatíveis.

O Pulse 3D também possui um adaptador wireless que funciona tanto no PS5, no PS4 quanto no computador — inclusive, o receptor não sofre interrupções quando exposto a grandes distâncias. Na lateral esquerda, perto da almofada, há uma variedade de botões:

  • Game;
  • Chat;
  • Monitoramento de áudio;
  • Volume;
  • Botão para mutar;
  • As entradas para USB-C e 3.5 mm;
  • Botão para ligar e desligar o headset.

Não dá para deixar de mencionar que o headset chegou ao mercado com a promessa de cancelar ruídos, através de dois microfones embutidos. No entanto, ele não isola o som completamente. Também não há ajuste de altura lateral; o que garante o conforto é uma espécie de alça que fica sobre a cabeça.

De qualquer forma, o Pulse 3D apresenta um bom custo-benefício pela tecnologia que disponibiliza e você pode dar uma olhada melhor no produto na Loja Vivo

Por fim, mas não menos importante, a bateria dura até 12 horas e, ao adquiri-lo, você também obtém um adaptador sem fio (na imagem abaixo), um cabo USB-C, um cabo de áudio e materiais impressos.

Imagem de Pendrive

DualSense

Outro acessório que você pode encontrar na Loja Vivo é o DualSense, o novo controle do PS5. Além de ser um pouco maior que seu antecessor, o DualShock 4, é muito bonito, possui um feedback de vibração háptico (sensível ao tato) em todo o controle e especificamente nos trickers (L2 e R2). 

Além disso, os botões do novo controle do PS5 fazem menos barulho e são mais baixos que os do DualShock 4, o que pode significar uma resposta mais rápida durante o jogo. Já os botões L1 e R1 são consideravelmente maiores, que garantem a ergonomia do produto. 

Tratando-se dos analógicos (L3 e R3), os dois botões redondos localizados no meio do controle, eles não apresentam resistência. A princípio, a movimentação flui. “A princípio?” Adiante você entenderá melhor o motivo.

Controle do PS5

Assim como no controle do PS4, o DualSense possui touchpad, um speaker integrado de alta qualidade, bem como um botão para mutá-lo logo abaixo da entrada para o Pulse 3D — ou qualquer outro headset que você possua em casa. Ademais, o controle é wireless, funciona à bateria — ao contrário do controle do Xbox Series S — e possui uma entrada USB-C.

Por fim, se você for muito apegado(a) ao DualShock 4, afinal, é um controle que acompanhou você durante, pelo menos, sete anos, saiba que ele funciona no PS5 com jogos compatíveis do PS4, segundo a própria Sony

Inclusive, a Loja Vivo possui vários modelos e cores do controle do PS4. Já os jogos do PS5 só podem ser jogados com o DualSense.

DualSense, a estrela da nova geração de consoles

Há gamers que consideram que a grande novidade da nova geração não são os consoles e suas capacidades técnicas, mas os acessórios; em especial, o DualSense. O motivo? O feedback de vibrações. 

Parece que a tecnologia, também utilizada pela Microsoft, passou para outro patamar com o novo controle do PS5. Isso porque a vibração não acontece apenas nos trickers (L2 e R2), que, inclusive, possuem motores dedicados a eles, mas por todo o controle, em múltiplos níveis e de forma simultânea.

Só que como nem tudo são flores, no início de 2021, o que era para ser um grande avanço tornou-se motivo de muita dor de cabeça para a Sony, após vários jogadores relatarem problemas de drift ou drifting nos botões analógicos do controle (L3 e R3) — por isso do “a princípio”. Consequência? o DualSense deixou de ser tão adorado. 

Câmera HD para PS5

Depois de explorarmos o headset e o controle para PS5, está na hora de conhecer a câmera HD. Com duas lentes que chegam a 1080p, a tecnologia possui a capacidade de desfocar o background do PS5, removê-lo e/ou fazer com que o(a) jogador(a) coloque um fundo específico, caso possua um cromaqui e queira realizar um streaming próprio ou de gravação direto do PS5.

Imagem de câmera de movimento

Além disso, como o próprio nome sugere, a resolução do vídeo é em full HD e a conexão é realizada via USB 3.0. Em relação ao tamanho, a câmera é pequena, minimalista, e pesa 200 g. Por esse motivo, talvez, ela consegue ser bastante flexível, com um stand próprio para ser colocada em cima ou embaixo da TV ou do monitor.  

Certamente alguns estúdios vão utilizar a câmera, com o PSVR, para fazer o tracking do posicionamento do(a) jogador(a). Deseja saber mais sobre a câmera do PS5? Divirta-se na Loja Vivo.

Dois jogos exclusivos para PS5

Depois de conhecer os consoles, bem como os acessórios que foram fabricados pela Sony para acompanhá-los, está na hora de conhecer brevemente dois jogos que foram desenvolvidos exclusivamente para o PS5: Returnal e Horizon Forbidden West. Os dois não foram oficialmente lançados, mas a estimativa é que cheguem até o público ainda em 2021.

Returnal

Junto com outros títulos, Returnal ficou conhecido durante o evento de apresentação do console e de jogos do PS5, no dia 11 de junho de 2020. Desenvolvido pelo estúdio finlandês, Housemarque, o mesmo responsável por títulos como Nex Machina e Resogun, é um game que deve ser lançado em abril de 2021. 

O enredo trata-se de um thriller de ficção científica, em terceira pessoa, que lembra a série Boneca Russa em uma mistura com o filme Gravidade. Dado que Selene é uma exploradora que guiará você por um mundo não mapeado. 
Logo depois de Helios, sua nave, pousar violentamente em Átropos, e toda vez que você não conseguir sobreviver, Selene ressuscita no local da queda de Helios.

Não falei que lembrava Boneca Russa da Netflix? 

Enfim, aí vai de você ser um(a) sublime jogador(a) para descobrir e repensar cada jogada.

Horizon Forbidden West

Entre os lançamentos mais aguardados de 2021, pelo menos para os desenvolvedores da PlayStation, encontra-se Horizon Forbidden West, o sucessor de Horizon Zero Dawn que, inclusive, foi liberado em 2020 para PC.

Imagem do jogo Horizon

No jogo eletrônico de RPG de ação, desenvolvido pela Guerrilla Games, você vai continuar controlando Aloy, e lutará contra máquinas mortíferas pela América Ocidental. No entanto, estará mais velha e experiente. 

Pelo trailer, Horizon Forbidden West, que ainda não possui uma data de lançamento, promete uma jogabilidade envolvente e uma ambientação exuberante.

Por fim, mas não menos importante, assim como muitos jogos, Horizon Forbidden West estará disponível para PS4. 

Xbox Series S

Depois desse tour pelo universo da Sony, chegou a vez de abrir espaço para compreender o que a Microsoft preparou para os consumidores em relação aos consoles da nova geração.

O Xbox Series S foi lançado em 10 de novembro de 2020 e assim como o PS5 Digital Edition, mencionado no início do texto, o Series S é completamente digital, isto é, não possui leitor de disco. 

Totalmente branco, incluindo o controle (Robot White), a Microsoft definiu o console da seguinte maneira: “desempenho de última geração no menor Xbox de todos os tempos”. E, de fato, ele é bem compacto. Além disso, seu visual possui similaridades com uma caixa de som.

Imagem do Xbox series S

Especificações técnicas do Series S

No que diz respeito às especificações técnicas, o Series S possui um armazenamento interno SSD NVME personalizado de 512 GB, uma CPU AMD Zen 2 de 8 núcleos a 3.6 GHz (3,4 GHz com SMT) e uma resolução de jogos de 1440p. 

No entanto, o console faz um upscaling. Em outras palavras, simula a imagem em uma resolução mais alta do que a original  — para quem for jogar em um monitor ou TV 4K, por exemplo.

Para mais, o console conta com uma memória GDDR6 de 10 GB e barramento de 128 BITS, um GPU RDNA 2 personalizado de 4 Tflops, 20 CUs a 1.565 GHZ e uma meta de desempenho de até 120 FPS. Ou seja, alguns rodarão em 30, 60 e alguns em 120 FPS. 

Falando em 1440p, não dá para deixar de mencionar que, em março de 2021, a Microsoft lançou um novo comercial alterando a promessa de 1440p para 1080p e 60 FPS, que não passou despercebida pelo editor sênior do The Verge, Tom Warren. Afinal, é uma informação “muito plausível dado o desempenho atual do console”, como afirma o site MeuBox. 

Para encerrar, o Series S é compatível com os acessórios de jogos do Xbox One, com um tempo de resposta bem rápido. Portanto, caso o visual no estilo “caixa de som” não for um empecilho e, depois das especificações técnicas, você estiver pensando em investir no console, saiba que irá receber, além do videogame, o controle, um cabo de força, um HDMI de alta velocidade e dois manuais impressos.

No entanto, somente um deles poderá chamar a sua atenção, o que resolvemos chamar de “guia de instalação acompanhada”. Nele, a Microsoft explica como é possível fazer a configuração do console, através do aplicativo Xbox, e controlá-la do seu smartphone, seja ele Android ou iOS.

Um bom investimento

O Xbox Series S é uma boa opção para você entrar na nova geração, não apenas por conta do baixo custo, quando comparado ao Xbox Series X e os dois modelos de PS5, mas porque, aliado ao Xbox Game Pass, ele se torna um investimento muito interessante. 

Além disso, ao adquiri-lo, você poderá aproveitar, através da “entrega inteligente”, jogos do Xbox original, Xbox 360, Xbox One e outros que receberão patches de atualização para que fiquem melhores no novo modelo da Microsoft. Ou seja, a família toda foi contemplada. 

Ficou com vontade de experimentá-lo? Então, corre para a Loja Vivo, adquira o seu e considere-se um usuário da nova geração de consoles. No entanto, não se esqueça: como o aparelho é inteiramente digital, garanta uma experiência completa investindo em uma internet de boa qualidade, para não perder tempo fazendo download de jogos. Portanto, consulte a disponibilidade da Vivo Fibra no seu endereço.

Beoplay Portal, headset da Microsoft

Falando em áudio, em parceria com a Bang & Olufsen, a Microsoft lançou uma coleção de headsets sem fio, intitulada de Beoplay Portal. O acessório estará disponível, a partir de abril de 2021, em três cores: preto, cinza e azul.

O Beoplay Portal é o primeiro produto de uma série de acessórios com foco em “qualidade, performance e segurança”. Além disso, o headset também é compatível com PCs e dispositivos móveis, através da conexão Wireless, cabo P2 (3,5 mm) ou USB-C.

De forma similar ao Pulse 3D, que contém dois microfones embutidos, o Beoplay Portal também contém, mas apenas um, e a bateria dura 12 horas, podendo chegar até a 24 horas  — dependendo do uso.

Imagem do heaset Beoplay

“Embora ofereça uma estética sofisticada e possa ser usado ​​em qualquer situação, o headphone também oferece acesso fácil a recursos como customizar o equilíbrio entre jogo e bate-papo, mutar e alterar o volume no próprio headset ou através do aplicativo Bang & Olufsen para iOS e Android”, como explica Adam Bankhurst do portal IGN.

O controle do Series S

Diferença de cores à parte — um branco (Robot White) e o outro preto (Carbon Black) —, o controle do Series S pode ser considerado uma versão mais atualizada do Xbox One. A Microsoft defende que ele é um pouco menor em comparação ao One, no entanto, os(as) gamers que já o possuem não identificaram essa diferença.

O que pode ser claramente percebido de uma geração para outra é a existência de um novo botão no centro do controle para compartilhamento de conteúdo, isto é, para salvar screenshots e gravar vídeos curtos. 

No entanto, as duas grandes diferenças estão na textura dos botões LT, RT, LB e RB, que faz com que a aderência fique melhor e o dedo não escorregue, bem como no direcional digital que está mais rápido e preciso.

Imagem do controle do Xbox series S

Por fim, o periférico novo funciona no Xbox One, Windows 10 e vice-versa. 

Além do Robot White e Carbon Black, em setembro de 2020, a Microsoft resolveu lançar o modelo Shock Blue. Achou que a paleta de cores para por aí? Não, falta mencionarmos o Pulse Red que, como o nome sugere, é vermelho. Nos principais mercados, o controle foi lançado em fevereiro, no entanto, “não há previsão da chegada do novo modelo de controle ao Brasil”, de acordo com a IGN Brasil.

Controle Xbox series S vermelho

Dois jogos para Xbox Series S

Como mencionamos dois jogos da franquia PS5, preparamos dois que rodam muito bem no Series S, sendo que um deles é multiplataforma. No entanto, eles não são novos. Inclusive, essa pode ser considerada uma falha da Microsoft no lançamento dos consoles da nova geração: a falta de títulos novos e exclusivos. 

Claro, há jogos recebendo patches de otimização para os consoles, mas faltam grandes anúncios que, depois do trailer, fazem você perder o fôlego. De qualquer maneira, confira abaixo Gears 5 e GTA 5:

Gears 5

Gears 5 é o sexto título da série Gears of War e a continuação de Gears of War 4. Lançado em seis de setembro de 2019, obteve três indicações no The Game Award e uma no BAFTA Games Award. Foi desenvolvido pelo estúdio canadense, The Coalition, e é um título exclusivo da Microsoft, rodando apenas em Xbox One, Xbox Series S e X e Microsoft Windows.

Imagem do jogo Gears 5

Em termos de narrativa, para o sexto título da série, The Coalition decidiu mudar o foco de JD Fenix para Kait Diaz, uma descendente da estranha Locust, e o jogo de tiro em terceira pessoa tornou-se uma missão para salvar a sua mãe. E parece que a mudança deu certo. Na época que foi lançado, “Gears 5 teve o maior lançamento first-party do Xbox desde Halo 4, em termos de número de jogadores”, conforme a IGN Brasil.

GTA 5 ou Grand Theft Auto V

Lançado em 17 de setembro de 2013, integra a popular série Grand Theft Auto desenvolvida pela Rockstar North e publicada pela Rockstar Games. É um jogo de tiro em terceira pessoa com uma jogabilidade não linear que ganhou sete prêmios, entre eles Jogo do Ano pela VGX e Melhor Design e Melhor Jogo Britânico pelo BAFTA Video Games Award.

A essa altura, você deve estar se perguntando o que um título tão antigo faz na lista. GTA 5 está aqui para comprovar que o Auto HDR (HDR automatizado) projetado pela Microsoft funciona muito bem — assim como a retrocompatibilidade no Xbox Series S. As cores ficam mais vibrantes, mesmo em diferentes ambientes, e o jogo torna-se mais envolvente, como se tivesse sido remasterizado.

Foto do jogo GTA 5

E aí, gostou da tour pela nova geração de consoles? Lembre-se que eles estarão presentes por um bom tempo, por isso escolha o seu. E conte com a Vivo para ter uma internet de qualidade e com a Loja Vivo para consoles e acessórios de ponta. 
Até a próxima!