Estudar a distância é uma tendência que ficou ainda mais forte com a pandemia. Ter acesso a qualquer tipo de conteúdo sem sair de casa é uma forma viável e eficiente de aprender coisas novas. 

Não é à toa que os números de inscritos em cursos do gênero só aumentam. Apenas no ensino superior, por exemplo, houve uma alta de 378% em dez anos, segundo um estudo realizado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

No entanto, ao mesmo tempo em que a modalidade facilita a rotina, também pode ser um problema se algumas atitudes importantes não forem colocadas em prática. 

É preciso se organizar, escolher as ferramentas adequadas e, principalmente, se dedicar bastante. Quer saber como estudar a distância de maneira eficaz? Siga conosco!

Imagem de uma mulher sentada na mesa da sala estudando Imagem de uma mulher sentada na mesa da sala estudando

Quantas horas por dia devo estudar a distância?

Essa é uma das principais perguntas. Mas já adiantamos: não há uma única resposta para ela. Sabe o motivo? Tudo depende da sua rotina, de como você se sentirá a cada dia e se haverá outros eventos que exigirão mais tempo. Por isso, um bom caminho é montar um cronograma de tarefas.

É necessário incluir nele tudo o que você precisa fazer ou entregar, desde as atividades relacionadas ao curso até os momentos de lazer. 

Com essa lista pronta, é possível distribuir as horas que serão dedicadas à cada ação. Seja bem realista para não se decepcionar depois — ou muito menos ficar se cobrando em excesso. Isso não faz bem.

Na parte dos estudos, divida o tempo de acordo com as matérias, levando em consideração que precisará assistir às aulas e fazer as atividades propostas. 

Se couber no seu dia, separe ao menos uma hora para ler ou se aprofundar em algum tema. É uma boa forma de assimilar os conteúdos e ampliar os horizontes.

Imagem de um homem estudando na mesa da sala de sua casa Imagem de um homem estudando na mesa da sala de sua casa

É difícil estudar a distância?

Não é mais fácil nem difícil estudar a distância. Isso porque todos os cursos exigem bastante dos alunos. 

Daí a importância de fazer a matrícula somente se houver certeza daquilo que se pretende aprender ou seguir. Achar que a EAD é mais simples é uma ideia errada — e certamente haverá problemas no meio do caminho se você for com isso em mente.

Quando decidir estudar, mergulhe sempre de cabeça (não importa o formato). Sem dúvidas, é a melhor forma de conseguir bons resultados e voar cada vez mais alto. 

Além disso, aproveite toda a infraestrutura oferecida pela instituição de ensino. Ou seja, procure os professores para tirar dúvidas, pergunte bastante, converse com os colegas, veja se há convênios com museus e organizações culturais, entre outros. Tudo isso contribuirá para o seu processo de ensino-aprendizagem.

Como estudar a distância?

Não há uma fórmula pronta, mas sim dicas importantes que vão ajudar a otimizar o seu dia e aproveitar o melhor das aulas. Vamos a elas?

Vá com tudo!

A primeira dica tem muito a ver com o que falamos agora: nunca subestime um curso EAD. Muita gente acha que é mais fácil do que os presenciais, mas a organização que a modalidade exige é muito maior, o que a torna mais desafiadora.

O ensino mediado pela tecnologia pede muito comprometimento com as aulas e as entregas, bem como uma vontade enorme de fazer acontecer. 

Imagem de um caderno com marcações para organização no calendário Imagem de um caderno com marcações para organização no calendário

Organize sua rotina

É preciso ter uma disciplina grande para se organizar. Como não há necessidade de estar presente em uma sala de aula (e em determinado horário), o estudante precisa planejar a rotina para conseguir acessar todos os conteúdos e fazer as tarefas no prazo.

Daí a importância de criar um cronograma. Marque tudo na agenda ou em softwares de gestão para não perder nada. Pode ter certeza que facilitará demais o seu dia a dia.

Estabeleça prioridades

Querer fazer tudo ao mesmo tempo não dá certo! E só contribui para o aumento da ansiedade. Por isso, verifique todos os prazos e, em seguida, crie uma lista com as prioridades. 

Entenda quais são as obrigações mais urgentes e faça uma escala de entregas. Isso garantirá que você resolva uma tarefa de cada vez, o que contribui para elevar o nível dos resultados.

Tenha foco

Quando for fazer as tarefas relacionadas ao curso, seja os exercícios ou participar das aulas online, mantenha o seu foco nelas. 

Sabemos que estar em casa, com vários dispositivos à mão, pode aumentar as possibilidades de distração. 

Ter essa disciplina é fundamental para absorver melhor o conteúdo. Aprender é entrega e dedicação. Pense nisso!

Imagem de uma pessoa estudando a distância com um notebook, livro e smartphone. Imagem de uma pessoa estudando a distância com um notebook, livro e smartphone.

Escolha um local

Estudar na sala, na cozinha, no jardim ou em locais com muito barulho contribui para tirar o seu foco. 

Além disso, assistir às aulas ou fazer as atividades em um ambiente sem condições favoráveis pode interferir na sua produtividade. Deitar-se ou estar em frente à TV são dois hábitos bastante prejudiciais, por exemplo.

Uma boa dica para evitar esse tipo de problema é escolher um ambiente específico da sua residência para se dedicar ao curso. 

Esse espaço precisa ser bem iluminado, ter cadeira e mesa adequadas para evitar problemas posturais e não ser muito barulhento, o que também pode atrapalhar o desempenho.

Além disso, é importante ter as ferramentas certas, como um dispositivo que não trava a toda hora (tablets ou computadores) e uma conexão de internet estável (falaremos disso mais à frente).

Estabeleça objetivos

A autonomia é uma das principais características — e vantagens — do ensino a distância. Saiba usar isso a seu favor. 

Uma boa dica nesse sentido é estabelecer metas e objetivos. Após fazer isso, pense em como você fará para alcançá-los. 

Tal planejamento é imprescindível em tudo o que fazemos na vida — e fica ainda mais evidente no EAD.

Imagem de uma mulher deitada no tapete da sala escutando música Imagem de uma mulher deitada no tapete da sala escutando música

Descanse

Dentro do seu cronograma de estudos, nunca esqueça de colocar os momentos de descanso. Essas pausas são fundamentais para estimular a criatividade, arejar as ideias e relaxar.

Ocupar a cabeça com muitas coisas e até mesmo consumir conteúdo em excesso pode ser prejudicial. No fim das contas, a dedicação e a produtividade diminuem. Precisamos respirar fundo e curtir também!

Qual a melhor internet para se estudar a distância?

Sem internet de qualidade não há ensino a distância. É ela quem viabiliza o acesso aos conteúdos e o contato com professores e tutores. Por isso, escolher a opção adequada é essencial para evitar quedas e interrupções que podem atrapalhar a concentração e a produtividade.

Uma das opções mais recomendadas para o setor educacional é a de fibra ótica, justamente pela agilidade na transmissão dos dados e a baixa incidência de falhas. É por isso que os planos Vivo Fibra, por exemplo, são bastante procurados por estudantes de diferentes idades e perfis.

Para se ter uma ideia, as opções disponíveis contam com ultravelocidade e Wi-Fi grátis. E o melhor: ao contratá-las, é possível montar combos com TV, internet e celular, de acordo com as demandas do seu dia a dia de estudos (e de descanso também, viu?).

Fica muito mais fácil e rápido acessar as plataformas EAD, que exigem uma estabilidade maior. Além disso, o envio e o recebimento de arquivos também acontecem de modo fluido.

Outra vantagem do Vivo Fibra é a possibilidade de gerenciar a internet a partir do aplicativo Smart Wi-Fi

Com ele, é possível usar a plataforma para medir a velocidade e a potência do sinal, bloquear e desbloquear dispositivos, alterar o nome e a senha da rede e descobrir quem está conectado, entre outras vantagens.

Quer saber mais? Acesse o site da Vivo, analise as características de cada pacote e escolha o plano que deseja. Em seguida, clique na opção "Assine já" ou em "Monte o seu combo".  Pronto, tudo feito! Aí é só arrasar nos estudos.

Conclusão

Estudar a distância não é nada fácil. Exige bastante dedicação e, sobretudo, organização. No que diz respeito aos aspectos técnicos, ter as ferramentas adequadas faz toda a diferença nos resultados e também no dia a dia. Algumas das principais são:

  • Ambiente dedicado às aulas;
  • Dispositivos que funcionem bem;
  • Conexão de qualidade. 

Nesse sentido, a fibra ótica é a melhor escolha pela agilidade e disponibilidade que garante. Ou seja, você vai conseguir estudar à vontade, sem interrupções, além de fazer o upload e o download de arquivos, assistir a vídeos e consumir todos os conteúdos que desejar.

É por isso que os planos Vivo Fibra fazem um sucesso danado. Então, agora que você já sabe como estudar a distância, acesse o site da Vivo e escolha seu pacote de internet. 

Boa aula e até breve!

LEIA MAIS: