Conscientizar-se sobre nossas condições ambientais e os problemas de tráfego urbano cada vez maiores é fundamental para que tenhamos um futuro mais saudável e próspero, já que esses cuidados estão diretamente ligados à nossa saúde e a do nosso planeta.

E para promover essa conscientização, foi criado o Dia Mundial Sem Carro, data que é celebrada pelo mundo e que incentiva o tráfego por meios de locomoção alternativos, causando menos impactos ambientais e, se adotadas com mais regularidade, também são capazes de ajudar a solucionar alguns problemas de mobilidade.

Quer saber mais sobre esse dia? Então, leia o conteúdo a seguir e fique por dentro.

Imagem de um painel de luzes neon formando bicicletas. Lê-se: "world car free day".

O que é o Dia Mundial Sem Carro?

O Dia Mundial Sem Carro é celebrado em 22 de setembro e foi criado em 1997, na França. Porém, a data só passou a ser adotada por outros países europeus a partir de 2000, enquanto no Brasil os movimentos surgiram em São Paulo, no ano de 2003.

 

O objetivo é incentivar a locomoção das pessoas sem o uso de carros, já que eles são um dos maiores causadores de poluição — devido à quantidade de poluentes que são lançados ao meio ambiente — e congestionamento das vias terrestres.

 

Algumas das alternativas apresentadas, além de reduzir os veículos automotores, têm o poder de proporcionar mais qualidade de vida, ajudando a combater o sedentarismo ao praticar um exercício físico diário — como é o caso da bicicleta.

 

Nesse dia, diversas associações (governamentais ou não) se reúnem para apresentar projetos e incentivar a população a participar dos eventos espalhados pelo mundo, dando mais visibilidade ainda à data.

Por que foi criado o Dia Mundial Sem Carro?

Com o passar dos anos e as evoluções impostas à sociedade, o crescimento urbano e industrial ganhou proporções cada vez maiores e, com isso, veio a necessidade de novas soluções que oferecessem mais praticidade no dia a dia.

Acompanhando essa crescente, as pessoas passaram a buscar um meio de locomoção mais eficiente e isso acabou fazendo do carro uma das principais ferramentas de mobilidade do planeta.

Segundo o Ministério de Infraestrutura e o DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito), o Brasil encerrou o ano de 2020 com uma frota de mais de 81 milhões de veículos individuais — entre carros e motocicletas.

Esses números podem ser considerados alarmantes, tendo em vista que os investimentos em infraestrutura para atender essa demanda, às vezes não conseguem acompanhar a velocidade em que os carros são fabricados e colocados nas ruas todos os anos. 

Isso acaba gerando problemas, tanto de mobilidade — com os longos engarrafamentos em horários de pico — quanto ambientais, devido aos poluentes que esses veículos liberam durante o uso. 

Para tentar “frear” esse frenesi e reduzir os impactos negativos causados pela aquisição descontrolada e utilização irresponsável de veículos automotores, deu-se início ao Dia Mundial Sem Carro, que mais tarde seria adotado pelo mundo, tornando-se um dos projetos que mais incentiva o uso de meios de locomoção alternativos.

Imagem de uma avenida cheia de carros, passando debaixo de ponte.

Como é possível diminuir os efeitos negativos do uso do automóvel?

Por parte de nós, cidadãos, a melhor maneira de aderirmos a esse incentivo é adquirindo mais consciência sobre sustentabilidade e os prejuízos que esses veículos podem trazer ao meio ambiente, à saúde e à mobilidade.

E, para isso, algumas iniciativas que envolvem menos utilização dos carros podem ser tomadas. A primeira delas é, em vez de tirar o carro da garagem para percorrer trajetos mais curtos — como uma ida à padaria ou mercado da esquina —, utilizar algum veículo alternativo ou até mesmo ir a pé.

Outra opção, é tirar alguns dias da semana para ir e voltar do trabalho utilizando o transporte público ou, caso a distância não seja tão longa, percorrê-la de bicicleta, por exemplo. Dependendo das condições do trânsito, você consegue chegar ao destino mais rápido do que com o carro.

Ainda é possível deixar a individualidade de lado e oferecer ou buscar por caronas. Além do motorista, o carro pode levar até quatro pessoas a mais, proporcionando um número menor de veículos nas ruas. 

Você pode combinar com colegas de trabalho que fazem a mesma rota ou utilizar um dos diversos aplicativos de transporte particular disponíveis na loja de aplicativos de seu smartphone, dividindo o valor da corrida entre os outros passageiros.

Por parte dos órgãos governamentais, é necessário maior investimento em infraestrutura para que essas maneiras alternativas possam ser utilizadas, como a construção de ciclovias e passarelas. 

Além disso, também é necessário aplicar melhorias ao transporte público, investindo em segurança, ampliação e modernização das frotas de ônibus, trens, aquaviário etc. 

Inclusive, esse é um dos maiores desafios dos governantes, já que os serviços prestados são de má qualidade em diversas regiões do país, fazendo com que muitos cidadãos se sintam desmotivados a utilizar o transporte público.

Outra maneira de conquistar mais adeptos para esse conceito, é a criação de projetos que facilitem o acesso a esses meios alternativos e o investimento em marketing, com intuito de incentivar o uso dos veículos não motores.

Como participar do Dia Mundial Sem Carro?

Se você quer participar de algum dos diversos eventos promovidos nesse dia ou até mesmo passar a adotar um veículo alternativo como forma principal de locomoção, pode utilizar uma das opções a seguir e ainda descobrir quais delas estão disponíveis na Loja Vivo. Vamos lá?

Imagem de um homem dentro de um ônibus.

Ônibus

O ônibus é um dos transportes públicos mais utilizados no Brasil. Por meio dele, milhares de pessoas vão e voltam do trabalho, ou saem para se divertir todos os dias. 

Se levarmos em consideração que cada veículo urbano pode levar quase 70 pessoas — entre usuários sentados e em pé, dentro das margens de segurança —, poderemos ter uma ideia de quantos veículos deixam de estar nas ruas diariamente. 

Se esse meio de locomoção fosse adotado por mais pessoas — claro que, diante dos investimentos necessários para utilização de maneira confortável e segura —, certamente as vias ficariam mais desobstruídas e a quantidade de poluentes lançados no meio ambiente seria menor.

Imagem de uma mulher olhando pela janela do trem.

Metrô ou Trem

O metrô ou trem são outros meios alternativos que geram inúmeros benefícios ao setor urbano, pois utilizam uma estrutura exclusiva de locomoção — que são os trilhos — e seus vagões podem transportar centenas de pessoas de uma vez só.

Além disso, são baixos emissores de poluentes e, por não sofrerem com congestionamentos, podem nos transportar de um ponto a outro mais rapidamente — principalmente em horários de pico —, se comparados aos carros.

Aquaviário

Se a sua cidade conta com essa opção, saiba que ela também pode ser uma ótima solução para fugir do trânsito e desafogar as vias terrestres, além de reduzir a quantidade de poluentes que são expelidos na atmosfera.

Isso é possível pois, dependendo do modelo de embarcação utilizado, também é possível transportar uma grande quantidade de pessoas, fazendo com que cada uma delas seja um veículo a menos trafegando nas ruas.

Além da possibilidade de chegar mais rapidamente ao destino, você pode passar o tempo contemplando e aproveitando o contato com a natureza, longe da fumaça e do barulho dos carros.

Imagem de uma bicicleta.

Bicicleta

A bicicleta é muito utilizada para quem ainda não tem condições de investir em um carro ou até mesmo por quem gosta de praticar exercícios físicos e realizar passeios aos finais de semana.

Ela pode ser uma excelente escolha se você percorre um trajeto de poucos quilômetros até o trabalho. Além de proporcionar uma locomoção rápida e longe do tráfego congestionado, ela é uma grande aliada no combate ao sedentarismo, fazendo com que o usuário ganhe mais qualidade de vida ao adotar seu uso diariamente.

A Loja Vivo conta com alguns modelos que se encaixam dentro das necessidades de quem quer uma bicicleta que sirva, tanto para passeio quanto para o uso diário no perímetro urbano — como a Caloi Velox 2020, que oferece conforto e durabilidade para aguentar o dia a dia.

Imagem de uma bicicleta elétrica.

Bicicleta Elétrica

Mas, se você é do tipo que busca mais praticidade com menos esforço, as bicicletas elétricas devem ser levadas em consideração. Elas podem chegar a boas velocidades e basta um clique para funcionarem. 

Sua bateria proporciona uma boa autonomia de quilometragem e muitas delas contam com luzes de sinalização de segurança — como luz de freio, farol e painel —, para que você possa andar tranquilamente em qualquer horário do dia e da noite. 

Existem ainda alguns modelos dobráveis, fazendo com que você economize espaço na hora de guardar, como a Goldentec GT MOB — com uma bateria de 6.000 mAh, autonomia de 20 km e uma velocidade que pode chegar a 25 km/h — que está disponível na Loja Vivo.

Imagem de um patinete.

Patinete

Outro meio de locomoção alternativa que pode fazer parte do seu dia a dia, é o patinete. Apesar do convencional ser mais utilizado como meio de diversão entre crianças e adolescentes, é possível encontrar alguns modelos próprios para adultos, que suportam maior peso e oferecem mais desempenho durante o trajeto.

Mas, mesmo que você não utilize um, pode incentivar as crianças da sua família a usarem durante os momentos de lazer e até mesmo para te fazer companhia nos eventos do Dia Mundial Sem Carro. Uma excelente opção para os pequenos é o Patinete LED  Unissex, disponível na Loja Vivo. Esse equipamento suporta até 40 kg e o guidão tem ajuste de altura.

Imagem de um patinete elétrico.

Patinete Elétrico

Agora vamos à categoria feita para os adultos: os patinetes elétricos. Nos tempos atuais, ele deixou de ser um simples brinquedo para se tornar uma alternativa cada vez mais utilizada. 

É muito comum vermos pessoas desfilando em seus veículos pelas ruas — seja para passeios, deslocamento entre distâncias mais curtas e até mesmo para ir e voltar do trabalho ou escola.

Os modelos estão sendo cada vez mais aprimorados e, hoje, é possível encontrar alguns com ótima autonomia, resistência e velocidade, como é o caso do Patinete Elétrico Atrio Urban, que também está disponível na Loja Vivo e suporta até 120 kg. Além disso, sua bateria entrega uma autonomia de até 13 km e pode atingir 23 km/h.

Scooter

Outro veículo que vem tomando conta do mercado são as scooters elétricas. Elas são similares a uma moto convencional, porém, funcionam completamente à bateria, emitindo muito menos poluentes, quando comparadas a um carro ou motocicletas.

Além disso, elas foram feitas para curtas e médias distâncias, com suas baterias podendo entregar uma autonomia de até 40 km e velocidades que podem chegar a 60 km/h ou mais em alguns modelos.

Seu baixo custo com manutenção e a possibilidade de fugir do trânsito são um diferencial que tornam a scooter elétrica um bom investimento para substituir o carro ou moto em diversas ocasiões.

Imagem de um par de hovershoes.

Skate e Patins

Ainda muito utilizados para diversão, esses modelos também servem como meio de locomoção. Se você é o tipo de pessoa mais radical e gosta de curtir esse espírito enquanto faz seu trajeto, eles podem ser excelentes opções.

Para quem está a fim de modelos mais autônomos, também é possível encontrar as versões elétricas, como:

Os dois produtos estão disponíveis na Loja Vivo.

O Dia Mundial Sem Carro veio para incentivar a conscientização sobre os cuidados que temos que ter com o meio ambiente e os problemas de mobilidade urbana. Quanto mais pessoas engajadas nessa causa, mais soluções surgirão. Assim, garantimos mais saúde e menos estresse, não só para nós, mas para as futuras gerações. 

E aí, gostou das nossas dicas? Então, não perca tempo e faça parte desse movimento você também. 

Até a próxima!

LEIA MAIS: