Ninguém gosta de ficar sem bateria no celular, né? Afinal, sem energia no aparelho, ficamos desconectados e não conseguimos usar apps nem fazer ligações. 

O fato é que, para o seu aparelho funcionar sempre em sua melhor capacidade, além de ter uma boa internet, o ideal é utilizar o carregador original.

No entanto, muitas vezes as pessoas perdem o carregador de fábrica. E, para resolver a situação, acabam utilizando um alternativo ou falso. 

Será que tem algum problema em fazer isso ou carregador é tudo igual?

Se você tem essas dúvidas, vem com a gente. Você vai entender por que o recomendado é usar o carregador original e aprender a distinguir se o periférico é realmente da marca do seu smartphone.

Celular sendo carregado, ao fundo carregador conectado em uma tomada Celular sendo carregado, ao fundo carregador conectado em uma tomada

Como saber se o carregador é original?

Se você perdeu o carregador ou comprou um celular que veio sem o acessório, é bom ficar atento na hora de comprar esse item. Afinal, como saber se o produto é original?

Seja para comprar um carregador convencional ou um sem fio, é importante procurar pelo selo do Inmetro na mercadoria. 

Todos os eletrônicos vendidos no país precisam trazer esse selo, assim como o da Anatel. Eles são a garantia de que o aparelho é fabricado conforme as normas técnicas brasileiras.

Verifique ainda as informações impressas na embalagem e no próprio produto, que não devem estar borradas. 

Analise ainda o material do carregador, que precisa ser de plástico rígido e sem defeitos no acabamento. Desconfie também se o produto parecer muito leve. 

Além disso, um carregador falsificado apresenta geralmente os seguintes sinais:

  • Na hora do carregamento, o celular esquenta demais;
  • A bateria não carrega normalmente;
  • O celular exibe a notificação de que o carregador não é compatível.

Por fim, uma dica que pode parecer óbvia, mas é fundamental: compre eletrônicos, periféricos e acessórios somente em lojas e sites de confiança ou credenciados das marcas. 

Muito cuidado com vendedores e empresas desconhecidas, pois o barato pode sair caro!

Qual a diferença entre carregadores originais e falsos de iPhone?

Quem faz questão de ter os melhores celulares, como os novos iPhones, sabe que os últimos modelos da Apple (a partir do iPhone 12) são vendidos sem carregador. 

Dessa maneira, o usuário precisa comprar o periférico separadamente. Isso se aplica mesmo a quem já possuía versões mais antigas do smartphone, pois os novos equipamentos trazem o conector USB-C, ao contrário dos anteriores, que vinham com USB-A.

O problema é que existem muitas falsificações no mercado. Então, como reconhecer se o carregador é original

Em primeiro lugar, a embalagem deve trazer informações impressas com qualidade, além de trazerem o símbolo da Apple e a frase “Made for iPhone”, ou “MFi”.

É importante também reparar nos conectores USB. Os da Apple são bem diferentes dos modelos piratas. 

Nos originais, as travas têm o formato de trapézio (e não de quadrado, como nas cópias), a superfície é lisa (e não áspera) e o espaçamento delas para a borda é uniforme. Além disso, os contatos internos são dourados, pois são banhados a ouro.

Mão conectando um carregador em um iPhone Mão conectando um carregador em um iPhone

Como reconhecer um cabo original do iPhone?

Para ter certeza de que o cabo lightning é certificado pela Apple, é necessário verificar algumas características do item.

No original, está escrito em cinza-claro a frase “Designed by Apple in California”, seguido por “Indústria Brasileira”. Caso seja importado, a segunda frase será “Assembled in China”, ou "Assembled in Vietnam”. 

Depois disso, há um número de série composto por 12 dígitos, combinando letras e números.

Assim, caso a inscrição no cabo tenha erros na escrita, seja de uma cor mais escura e com impressão malfeita, saiba que pode se tratar de um produto clandestino.

Além disso, o cabo lightning oficial é composto de uma peça só e não de um encaixe de duas, como os falsos. O original também tem um acabamento liso e pinos dourados ou prateados arredondados. 

Por outro lado, os itens clandestinos apresentam pinos quadrados e têm um aspecto manchado. Portanto, tenha cuidado se a mercadoria tiver um acabamento ruim, pois, provavelmente, é um cabo pirata que pode danificar seu aparelho.

Homem segurando um celular e um power bank carregando celular com pouca bateria Homem segurando um celular e um power bank carregando celular com pouca bateria

Por que comprar um carregador original?

Apesar de os carregadores originais terem custo mais elevado, o recomendado é não arriscar com periféricos paralelos.

Sabemos que, na pressa, se estamos longe de casa e não temos uma bateria portátil (power bank) para dar uma carga extra no celular, acabamos comprando um carregador mais barato.

Mas não faça isso! 

Esses acessórios piratas podem transmitir uma corrente muito alta para o equipamento, danificando a entrada USB, componentes e até a placa do celular e, consequentemente, seu aparelho. 

Muitas vezes, o smartphone que está sendo carregado com esses acessórios duvidosos pode esquentar demais e até explodir.

Também pode acontecer de o carregador clandestino transmitir uma voltagem inferior ao que seu celular precisa. Nesse caso, você vai ter aborrecimentos com o uso do smartphone, pois a bateria vai durar muito pouco e causar frustração.

Riscos para o usuário

É importante ressaltar que os cabos desses periféricos de qualidade inferior não apresentam o isolamento adequado para descargas elétricas, e a tomada do carregador, muitas vezes, não tem proteção contra curto-circuito e oscilações na corrente elétrica. 

Ou seja, equipamentos não originais podem trazer problemas não apenas para o aparelho, mas também para os usuários.

Pense bem: mesmo que carregadores e cabos paralelos custem menos que os originais, será que vale a pena correr esses riscos?

Como comprar um carregador original?

Para não ter erro na hora de comprar seu carregador original, seja da Apple ou de outro fabricante, priorize as lojas confiáveis ou credenciadas das marcas, sejam físicas ou online. 

Apesar do periférico falsificado ter a aparência bastante semelhante ao oficial, o primeiro ponto que você precisa avaliar é o preço: os tipos de carregadores com custo muito baixo dificilmente são originais. 

Portanto, ao fazer uma pesquisa, redobre a atenção ao encontrar preços muito abaixo da média do mercado.

Por último, verifique o aspecto da peça e como é o encaixe em seu aparelho. Produtos originais apresentam um acabamento de qualidade e se adaptam perfeitamente ao smartphone.

Mulher segurando celular com ícone de bateria acabando e um copo de café ao lado na mesa Mulher segurando celular com ícone de bateria acabando e um copo de café ao lado na mesa

Quais fatores analisar na hora de comprar o carregador?

Além de ter o cuidado de comprar o carregador em lojas de referência, há alguns aspectos que você pode observar ao adquirir o periférico ou até mesmo na hora de ver um modelo novo de celular. 

Afinal, além do desempenho do aparelho, é interessante saber quais as características do carregador, concorda?

Veja a seguir alguns aspectos importantes:

  • Velocidade: é o tempo que o carregador leva para completar a carga total do aparelho. Então, caso busque agilidade na hora de carregar a bateria, pode escolher pelos carregadores rápidos, que levam menos de 30 minutos para chegar a 100% de carga. Mas, para usar esse acessório, seu aparelho precisa ser projetado para receber a energia em uma velocidade maior;
  • Potência: uma forma de saber se o carregador é veloz para carregar a bateria é observando a potência do periférico, que pode variar de 5W a 120W. Ou seja, quanto maior esse número, mais potente é o carregador. Porém, vale ressaltar que a potência deve ser compatível com o aparelho;
  • Tipo de carregamento: observe ainda qual é o tipo de carregamento, que pode ser por fio (modo tradicional) ou por indução, que tem uma base eletromagnética. Assim, no segundo caso, basta aproximar seu celular do carregador para que ele receba a carga. É uma praticidade e tanto!

Quais os cuidados para melhor conservação do carregador?

É importante pensarmos também nos cuidados do dia a dia com o carregador de celular. Assim, você conta com a boa performance do acessório e evita dor de cabeça por conta de falhas na hora de carregar a bateria.

Logo, o ideal é ter alguns cuidados, como:

  • Conservação do cabo: evite puxá-lo pelo fio ao retirá-lo do celular. Puxe sempre pelo conector. Cuidado também para não deixar o cabo dobrado na hora de carregar, pois isso danifica o acessório;
  • Temperatura do carregador: não deixe o carregador no sol ou perto de fontes de calor, pois o aquecimento danifica o acessório;
  • Longe da tomada: só deixe o carregador na tomada quando estiver em uso. Isso porque as oscilações de corrente elétrica, especialmente em dias de muita chuva, podem afetar o periférico.

Como fazer o descarte do carregador?

Antes de mais nada, tente reaproveitar o carregador antigo, caso seja compatível com o novo aparelho: você faz o reuso do acessório e contribui para o meio ambiente.

Por último, se o seu carregador quebrou ou não é mais compatível com seus equipamentos, faça o descarte correto. Para isso, é preciso encontrar um lugar que receba lixo eletrônico, como as Lojas da Vivo!

Onde compro um carregador original?

A dica é: opte por empresas que entendam de eletrônicos, como o Vivo Shopping.

Nas lojas digitais da Vivo, você compra seu smartphone, periféricos e outros itens, até mesmo para personalizar seu celular, das melhores marcas e com condições imperdíveis!

Deu para entender que é melhor não correr perigo e utilizar sempre o carregador original, né? Como você viu, os riscos são grandes, e você não vai querer perder ou danificar seu aparelho por utilizar um acessório pirata.

Então, venha para a Loja Vivo ou Vivo Shopping e garanta acessórios originais, com condições mais do que especiais!

Até mais!

Leia também: