Ícone de um documento

Lei Geral de Proteção de Dados

A Lei Geral de Proteção de Dados, ou LGPD, entrou em vigor em setembro de 2020, sendo um marco para o sistema legislativo brasileiro, impondo regras e obrigações importantes em matéria de proteção e privacidade de dados pessoais.

É importante destacar que o tema de Privacidade e Proteção de Dados já é tratado na Vivo mesmo antes do advento da LGPD, especialmente se consideradas as Políticas, diretrizes e parâmetros globais do Grupo Telefonica. Um exemplo dessa atuação é a criação e idealização deste Centro de Privacidade, que teve sua primeira versão publicada em 2016 e que hoje se encontra adaptado e atualizado considerando as exigências trazidas pela LGPD, fazendo com que a Vivo seja uma das empresas pioneiras no Brasil em questões relacionadas à privacidade.  


Ícone de uma ficha de dados

Dados pessoais

São informações relacionadas a pessoa natural identificada ou identificável. Isto é, são dados que permitem a identificação direta ou indireta da pessoa natural, como por exemplo, o seu nome, CPF, e-mail, telefone.


Ícone de uma ficha de dados

Dados pessoais sensíveis

São informações sobre a origem racial ou étnica, convicção religiosa, opinião política, filiação a sindicato ou a organização de caráter religioso, filosófico ou político, dado referente à saúde ou à vida sexual, dado genético ou biométrico, quando vinculado a uma pessoa natural.


Tratamento de dados pessoais

Toda operação realizada com dados pessoais, como as que se referem a coleta, produção, recepção, classificação, utilização, acesso, reprodução, transmissão, distribuição, processamento, arquivamento, armazenamento, eliminação, avaliaçã ou controle da informação, modificação, comunicação, transferência, difusão ou extração.


Titular

Pessoa natural a quem se referem os dados pessoais que são objeto de tratamento de dados.


Ícone de uma maleta com dizeres na lateral dela

Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD)

Órgão da administração pública responsável por zelar, implementar e fiscalizar o cumprimento da LGPD em todo o território nacional.


ícone representando informações

Princípios para o tratamento

A Vivo reafirma seu compromisso com o tratamento responsável dos dados, seguindo os princípios estabelecidos pela legislação, para o devido tratamento de dados pessoais:

  • Finalidade: realização do tratamento para propósitos legítimos, específicos, explícitos e informados ao titular, sem possibilidade de tratamento posterior de forma incompatível com essas finalidades;
  • Adequação: compatibilidade do tratamento com as finalidades informadas ao titular, de acordo com o contexto do tratamento;
  • Necessidade: limitação do tratamento ao mínimo necessário para a realização de suas finalidades, com abrangência dos dados pertinentes, proporcionais e não excessivos em relação às finalidades do tratamento de dados;
  • Livre acesso: garantia, aos titulares, de consulta facilitada e gratuita sobre a forma e a duração do tratamento, bem como sobre a integralidade de seus dados pessoais;
  • Qualidade dos dados: garantia, aos titulares, de exatidão, clareza, relevância e atualização dos dados, de acordo com a necessidade e para o cumprimento da finalidade de seu tratamento;
  • Transparência: garantia, aos titulares, de informações claras, precisas e facilmente acessíveis sobre a realização do tratamento e os respectivos agentes de tratamento, observados os segredos comercial e industrial;
  • Segurança: utilização de medidas técnicas e administrativas aptas a proteger os dados pessoais de acessos não autorizados e de situações acidentais ou ilícitas de destruição, perda, alteração, comunicação ou difusão;
  • Prevenção: adoção de medidas para prevenir a ocorrência de danos em virtude do tratamento de dados pessoais;
  • Não discriminação: impossibilidade de realização do tratamento para fins discriminatórios ilícitos ou abusivos;
  • Responsabilização e Prestação de contas: demonstração, pelo agente, da adoção de medidas eficazes e capazes de comprovar a observância e o cumprimento das normas de proteção de dados pessoais e, inclusive, da eficácia dessas medidas.

Agentes de Tratamento

A LGPD estabelece a existência de dois Agentes de Tratamento: o Controlador e o Operador de dados pessoais.

O responsável pelo tratamento ou Controlador é a pessoa natural ou jurídica, de direito público ou privado, a quem competem as decisões referentes ao tratamento de dados pessoais. Dessa forma, sendo nosso cliente, a Vivo é a controladora dos dados fornecidos por você, para a prestação dos serviços contratados.

O Operador é a pessoa natural ou jurídica, de direito público ou privado, que realiza o tratamento de dados pessoais em nome do controlador. Para realizar a prestação dos seus serviços de acordo com os melhores padrões e com qualidade, a Vivo poderá contratar terceiros que poderão receber alguns dados pessoais dos nossos clientes, para as finalidades específicas da contratação.


Encarregado

Encarregado ou DPO é a pessoa indicada pelo controlador para atuar como canal de comunicação entre o controlador, os Titulares dos dados e a Autoridade Nacional de Proteção de Dados. Na Vivo o encarregado ainda realiza ações relacionadas a conscientização e apoio às áreas da empresa sobre temas relacionados a privacidade. Saiba como entrar em contato com o encarregado da Vivo, através da opção “Exercício dos direitos”.


Ícone de uma maleta com dizeres na lateral dela

Seus Direitos

Um dos principais objetivos da implementação da LGPD no
Brasil é criar um sistema que proteja os titulares de dados diante da
utilização das suas informações pessoais. Por isso a legislação prevê alguns
direitos à você como titular dos dados pessoais, como confirmação e acesso aos
dados, correção, revogação do consentimento, exclusão quando aplicável, entre
outros. Nesse sentido, pela opção “Exercício dos direitos”, a Vivo
disponibiliza alguns canais para que você exerça seus direitos como titular do
dado.